Durante reunião na CLDF, secretário de Saúde anuncia 1.052 novas nomeações

1866
Print Friendly, PDF & Email

Novos servidores ocuparão vagas de nomeações tornadas sem efeito, vacâncias e exonerações

Por Millena Lopes

Os aprovados em concursos da área da Saúde que estavam desanimados com a perspectiva de um ano eleitoral sem muita novidade já podem comemorar. Serão nomeados nas próximas semanas 1.052 novos servidores na Secretaria de Saúde. Eles ocuparão vagas de nomeados que não tomaram posse – e a nomeação tornou-se sem efeito -, vacâncias definitivas de aposentadorias e exonerações.

A informação é do secretário de Saúde, Humberto Lucena, e foi repassada aos concursados durante reunião da Comissão de Desenvolvimento Econômico Sustentável, Ciência e Tecnologia, Meio Ambiente e Turismo (CDESCTMAT) na noite desta terça-feira (28). O processo já foi enviado para a Secretaria de Planejamento para nomeação dos próximos da lista de aprovados.

Entre as previsões, há 283 médicos, 146 técnicos administrativos, 91 técnicos em higiene bucal e 115 técnicos de enfermagem. A escolha das especialidades foi voltada para a reabertura de 500 leitos hospitalares, sejam de UTI ou de internação, que se encontram fechados por falta de recursos humanos.

Publicidade

“Não é possível oferecer um serviço público de qualidade para a população sem profissionais capacitados na saúde. Estas novas nomeações anunciadas são importantes, mas ainda insuficientes para termos um serviço de saúde digno para a capital federal”, avaliou o presidente da CDESCTMAT, deputado Bispo Renato (PR).

Claudio Abrantes (PDT), integrante da comissão que propôs as convocações e convites, reforçou o coro: “Temos pediatrias fechadas, emergências lotadas sem condições de atender a população dignamente, unidades sem profissionais. É importante o anúncio, mas, sem dúvida, é muito pouco”.

Nomeações

Lucena é um dos gestores que foi convidado para ir à comissão após a convocação do secretário de Planejamento. Além dele, o chefe de gabinete da Secretaria de Segurança Pública do DF, Pehkx Jones Gomes da Silveira; o comandante geral da PM, coronel Nunes; e o presidente da comissão de concursos do Corpo de Bombeiros, coronel Reginaldo Ferreira de Lima, também foram até a Câmara Legislativa falar sobre nomeações de aprovados em concurso público.

No caso da Segurança Pública, a notícia é boa para os agentes penitenciários. A Procuradoria Geral do DF já deu parecer positivo para envio do projeto de lei que aumenta em 1.400 vagas a estrutura do Sistema Penitenciário do DF.

Veja as nomeações anunciadas para a Secretaria de Saúde:

  • 283 Médico;
  • 20 Auxiliares Operacionais de Serviços Diversos – Anatomia Patológica;
  • 50 Auxiliares Operacionais de Serviços Diversos – Farmácia;
  • 23 Auxiliares Operacionais de Serviços Diversos – Ortopedia e Gesso;
  • 38 Auxiliares Operacionais de Serviços Diversos – Patologia Clínica;
  • 146 Técnico Administrativo;
  • 91 Técnico Higiene Dental;
  • 15 Técnico de Laboratório – Anatomia Patológica;
  • 25 Técnico de Laboratório – Patologia Clínica;
  • 115 Técnico em Enfermagem;
  • 10 Técnico em Nutrição;
  • 10 Técnico em Radiologia;
  • 33 Enfermeiro;
  • 1 Enfermeiro do Trabalho;
  • 5 Assistente Social;
  • 2 Biólogo;
  • 33 Biomédico;
  • 4 Farmacêutico – Bioquímico Laboratório;
  • 27 Fisioterapeuta;
  • 10 Nutricionista;
  • 10 Psicólogo;
  • 10 Terapeuta Ocupacional;
  • 91 Cirurgião Dentista.

Fonte: Poder no Quadrado