Operação Imunização é desencadeada pela Segurança Pública

A PM garantirá a segurança da logística da operação em todo o processo, desde o recebimento até a distribuição e aplicação nos postos de vacinação

36
Print Friendly, PDF & Email

Com objetivo se dar segurança à Campanha de Vacinação Covid-19 no Distrito Federal, foi iniciada nesta segunda-feira (18), a Operação Imunização, que tem como objetivo dar suporte à Secretaria de Saúde do DF (SES).

O planejamento foi feito após reuniões realizadas no Centro Integrado de Operações Brasília (Ciob), da Secretaria de Segurança Pública do DF.

A Secretaria de Segurança Pública do DF (SSPDF) acompanha todo andamento da Operação. “Realizamos encontros com os diversos órgãos envolvidos na operação de vacinação no Distrito Federal, com a participação dos órgãos federais envolvidos no processo.

Com a definição de estratégia, a PMDF ficou responsável pela elaboração da logística e segurança do processo e atendendo as necessidades da Secretaria de Saúde. Serão dias de muito trabalho, com envolvimento de todo o Governo do Distrito Federal para que a vacinação no DF transcorra com segurança e agilidade”, ressalta o secretário de Segurança Pública, delegado Anderson Torres.

A Polícia Militar do Distrito Federal garantirá a segurança da logística da operação em todo o processo, desde o recebimento até a distribuição e aplicação nos postos de vacinação. A segurança da Central de Armazenamento da Rede de Frio e dos oito Centros Regionais de Armazenamento também será assegurada pela corporação.

“Desde a noite de domingo (17) estamos fazendo a segurança do local de armazenamento dos imunizantes”, disse o chefe em exercício do Departamento Operacional (DOP), da PMDF, Leandro Schweitzer.

O coronel disse ainda que os militares darão suporte nos dias de vacinação. “A Polícia Militar traçou um plano operacional para apoio à SES, inclusive realizaremos policiamento diário nas proximidades dos postos de vacinação, para manter um ambiente tranquilo para os profissionais da saúde e de toda população”, finalizou.