22.5 C
Brasília
21 maio 2024 00:34


Servidores iniciam mestrado voltado para avaliação em saúde

Parceria entre Governo do Distrito Federal e Fiocruz oferece capacitação para 29 profissionais; curso com 1.440 horas de duração está em sua segunda edição

A abertura do curso de mestrado profissional voltado à avaliação em saúde foi realizada, nesta segunda-feira (22), na sede da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). A capacitação oferecida pela Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) em parceria com a Fiocruz tem 29 servidores da pasta inscritos – a carga horária do curso é de 1.440 horas.

O secretário-adjunto de Governança da SES-DF, Ricardo Baitello, acredita que os futuros mestrandos devem fortalecer o corpo técnico da pasta. “É fundamental investir em capacitação e essa parceria com a Fiocruz é algo muito significante. Quero parabenizar a todos os aprovados, porque conciliar trabalho com estudo exige esforço e dedicação”, afirmou.

A coordenadora do mestrado profissional, Gisela Cardoso, explicou que essa é a segunda edição da capacitação. “Temos um grupo de aprovados muito bem qualificado e priorizamos os profissionais que poderiam conciliar a formação com suas atividades na SES. Essa parceria é muito rica, pois os profissionais podem refletir e discutir sobre suas práticas. Nosso princípio é despertar esse espírito investigativo, crítico e criativo neles”, destacou.

A coordenadora do mestrado, Gisela Cardoso, espera que o aprendizado contribua para a tomada de decisões e para a avaliação das intervenções de saúde

Segundo a coordenadora do curso, “espera-se que esse aprendizado permita identificar fragilidades e potencialidades da formulação, implementação e avaliação das intervenções de saúde, contribuindo para tomada de decisões na reorientação de suas estratégias”.

A enfermeira de família e comunidade da SES-DF, Luana Maria da Paz, foi uma das aprovadas e já começa a pensar nas aplicações do que vai aprender. “Quero aprimorar nosso processo de trabalho. Sinto que trabalhamos muito com monitoramento, mas não evoluímos para a avaliação. Por isso pretendo implementar ferramentas de avaliação na minha área”, explicou.

Parceria

A diretora executiva substituta da Escola Fiocruz de Governo de Brasília, Luciana Sepúlveda, destacou a importância da parceria da fundação com a Secretaria de Saúde na capacitação dos profissionais, de modo a levarem o melhor atendimento à população.

“Temos que fortalecer essa cultura de avaliação e monitoramento. A Fiocruz é a instituição que mais forma profissionais de saúde no país. Aqui em Brasília temos essa integração que nos faz mais fortes e mais aptos a trazer respostas para o Brasil inteiro”, ponderou.

A diretora ressaltou que o fato de o curso ser realizado no Distrito Federal será uma oportunidade de trazer experiências novas também para os professores do curso e da própria Fiocruz, já que a região possui, do ponto de vista do SUS, características tanto municipais quanto estaduais.

LEIA TAMBÉM

PD nas redes

FãsCurtir
SeguidoresSeguir
SeguidoresSeguir
InscritosInscrever