15.5 C
Brasília
23 maio 2024 02:27


Detran-DF: Alunos de Planaltina participam de aulas teóricas para obtenção da CNH

A iniciativa faz parte do projeto Detran nas Escolas e beneficia cerca de 400 estudantes da rede pública, preparando-os para a prova teórica do exame

Por Josiane Borges

O jovem Alan de Jesus Santos, de 17 anos, mal pode esperar para atingir a maioridade e obter a carteira de motorista. Estudante do Centro de Ensino Médio (CEM) 1 de Planaltina, Alan faz parte do programa Detran nas Escolas e, ao longo do ano, participa do processo teórico para obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Programa Detran nas Escolas orienta estudantes em escolas do DF para ajudar a formar motoristas melhores e mais conscientes | Foto: Tony Oliveira/Agência Brasília

O projeto, desenvolvido pelo Departamento de Trânsito do DF (Detran) em parceria com a Secretaria de Educação, está presente em 13 escolas da rede pública neste ano, atendendo em média 400 alunos dos 2º e 3º anos do ensino médio integrado. Em cada unidade de ensino, é formada uma turma com uma média de 20 a 30 estudantes.

“Acredito que as aulas aqui na escola vão me ajudar a ser um motorista melhor”, disse o estudante Alan de Jesus Santos

“O projeto tem me preparado bastante, pois eu tinha muitas dúvidas em relação ao trânsito em geral, como legislação e placas, por exemplo. Acredito que as aulas aqui na escola vão me ajudar a ser um motorista melhor. Estou me dedicando para isso e juntando dinheiro para as aulas práticas”, relata o aluno.

Formar motoristas melhores e mais conscientes é um dos principais objetivos do programa. Paula Nunan, diretora de Educação de Trânsito do Detran-DF, enfatiza que a iniciativa é uma oportunidade para os jovens que estão concluindo o ensino médio aprenderem toda a parte teórica do processo de obtenção da carteira de habilitação. “Também é uma oportunidade para o Detran levar a educação de trânsito para dentro das escolas, preparando um condutor mais consciente para o futuro”, disse.

“Apesar de ser teoria, temos aulas interessantes, como as de primeiros-socorros”, comentou a estudante Clara de Sousa Ramalho

Aprendizado e economia

Iniciado em 2019, o programa é resultado da resolução nº 265 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Dentro do conteúdo programático, os alunos participam de aulas sobre noções de cidadania, proteção e respeito ao meio ambiente, convívio social no trânsito, direção defensiva para veículos de duas ou mais rodas, noções de primeiros socorros, legislação de trânsito e mecânica.

A aluna Clara de Sousa Ramalho, de 17 anos, destaca que a didática dos projetos da escola de trânsito do Detran tem feito a diferença nas aulas. “Apesar de ser teoria, temos aulas interessantes, como as de primeiros-socorros, por exemplo. Além disso, estamos em um ambiente escolar e tudo fica mais dinâmico; fazemos provas e simulados, o que acredito que facilitará na hora do exame”, disse a jovem.

O instrutor de trânsito do Detran, Gustavo Henrique Cattini, faz uma avaliação do programa e afirma que “temos um bom índice de aprovação na prova teórica. Os alunos participam e se envolvem com os conteúdos; tem sido uma parceria frutífera para a formação de bons motoristas, que terão uma melhor consciência de trânsito e mobilidade em um ambiente mais interativo”, destaca.

As aulas na escola também resultam em economia para as famílias, pois após o processo teórico, o aluno pode iniciar diretamente o processo no Detran, fazer a parte clínica, pular a etapa teórica e já acessar a prova escrita. Nesse processo todo, há uma redução de valor em torno de R$ 700, o preço médio das aulas teóricas em autoescolas. Depois, só é preciso fazer a parte prática para obter a carteira de motorista.

LEIA TAMBÉM

PD nas redes

FãsCurtir
SeguidoresSeguir
SeguidoresSeguir
InscritosInscrever