Endeal Engenharia ganha licitação para construção do Hospital Oncológico de Brasília

Empresa Endeal Engenharia e Construções leva a concorrência com proposta 16% menor que a estimada. Nova unidade terá 172 leitos

165
Print Friendly, PDF & Email

Nesta sexta (11), saiu o resultado da licitação para a construção do Hospital Oncológico de Brasília. A empresa vencedora, Endeal Engenharia e Construções LTDA, apresentou o menor preço global, no valor de R$ 99.965.265,47, proposta 16% abaixo do valor estimado.

Os recursos oriundos para a obra são do Ministério da Saúde e foram disponibilizados via Caixa Econômica Federal. O primeiro hospital oncológico do DF e será construído em um terreno de 40 mil metros quadrados, ao lado do Hospital da Criança de Brasília, no Setor Noroeste.

A obra deve ter duração de 36 meses e será fiscalizada pela Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap). De acordo com a Secretaria de Saúde (SES), o Hospital Oncológico de Brasília, quando em funcionamento, terá capacidade para realizar até nove mil atendimentos anuais, atendendo à demanda pública de pacientes oncológicos existente no Distrito Federal, que em 2019 foi de 6.247 enfermos.

Publicidade

“É uma obra importantíssima que atende a um anseio da população de Brasília, termos um hospital especializado em oncologia. Será o primeiro da região, uma unidade de ponta. O governador Ibaneis Rocha atende a uma reivindicação antiga da cidade”, explica o presidente da Novacap, Fernando Leite.

O projeto consiste em uma unidade hospitalar com 172 leitos, sendo 152 de internação e 20 de unidade de terapia intensiva (UTI), além de consultórios multidisciplinares, alas para tratamento de quimioterapia, radioterapia, medicina nuclear, endoscopia e salas de cirurgia conjugadas. Exames de imagem, como mamografia, ultrassom e raios X, também poderão ser realizados no local.

Para se concretizar como vencedora e assinar o contrato de construção do Hospital Oncológico, a empreiteira que apresentou o menor valor para os serviços agora terá que apresentar toda a documentação exigida e só será anunciada oficialmente como a vencedora do certame caso esteja devidamente regularizada e reúna todas as certidões exigidas no edital.

Além do futuro Hospital Oncológico de Brasília, o GDF também reforçou o combate ao câncer no Hospital Regional de Taguatinga, que em setembro ganhou um Centro de Radioterapia, fruto de um investimento de R$ 9,1 milhões.

É uma obra importantíssima que atende a um anseio da população de Brasília, termos um hospital especializado em oncologia. Será o primeiro da região, uma unidade de ponta. O governador Ibaneis Rocha atende a uma reivindicação antiga da cidade
Fernando Leite, presidente da Novacap

Leave your vote

FONTEAgência Brasília
Artigo anteriorHRL faz cirurgia inédita para enxertar células
Próximo artigoSaúde inicia distribuição de sensores para medir glicose de diabéticos