TJDFT indefere pedido de improbidade e crime de responsabilidade contra Rollemberg

80
Print Friendly, PDF & Email
Por Kleber Karpov

A ação ajuizada por entidades sindicais que representam os servidores públicos do DF foi indeferida pelo Tribunal de Justiça do DF e Territórios (TJDFT) por entenderem que o governador, Rodrigo Rollemberg (PSB) descumpriu a Lei ao anunciar que só deve pagar a incorporação gratificações em outubro de 2016. No entanto o e entendimento da  5ª Vara da Fazenda Pública do TJDFT não teve o mesmo entendimento.

Os sindicatos fazem parte do Movimento Unificado em Defesa do Servidor Público, composto por 19 sindicatos, que representam cerca de 100 mil servidores do GDF distribuídos em 32 categorias. Ainda permanecem em greves diversos servidores da Saúde, Educação e Administração Direta.

Com a decisão do TJDFT a única esperança por parte das entidades sindicais devem se voltar, exclusivamente, à força do Legislativo, que promete apoio aos servidores enquanto o GDF não abrir um canal de negociação que permitam o Executivo e os trabalhadores negociarem uma saída de comum acordo para colocar fim às greves.

Publicidade

Atualização: 29/10/2015 às 1h23

 

Artigo anteriorMinistério Público do DF requisita informações sobre interdições éticas realizadas pelo CRM-DF
Próximo artigoGDF homenageia professores, em greve, com bala de borracha e detenção