Os superpoderes da petista Anadete na Casa Civil do GDF. E Rollemberg e Doyle ainda criticam a gestão Agnelo?

42
Anadete (segunda à direita) em jantar de campanha com a deputada federal Erika Kokay (segunda à esquerda). Funcionária da Casa Civil do GDF é bastante articulada com a cúpula do PT-DF. Reprodução
Anadete (segunda à direita) em jantar de campanha com a deputada federal Erika Kokay (segunda à esquerda). Funcionária da Casa Civil do GDF é bastante articulada com a cúpula do PT-DF. Reprodução
Print Friendly, PDF & Email

Por Fred Lima

O governo Agnelo Queiroz chegou ao fim no dia 31/12/2014, mas vários nomes de confiança do ex-governador continuam em posições chaves dentro da administração local, como é o caso de Anadete Gonçalves Reis, filiada ao Partido dos Trabalhadores (PT), que conseguiu permanecer no cargo de subchefe de Gestão Geral da Casa Civil. Na portaria assinada pelo chefe da Casa Civil, Hélio Doyle, no dia 29 de janeiro, a subchefe ganhou mais atribuições e hoje pode transferir recursos do orçamento sem pedir autorização ao governador. Anadete é funcionária de confiança de Doyle, o que revela o “lado petista” do chefe da Casa Civil, que já foi secretário de Governo da gestão Cristovam Buarque (1995-1999), período em que andava de mãos dadas com o PT local. No entanto, o que causa espanto é o fato de que tanto Doyle quanto o governador Rodrigo Rollemberg criticam incisivamente a gestão passada. Por que então estão mantendo e fortalecendo petistas na administração, em áreas estratégicas do segundo escalão? Contradição pura.

Segundo informações obtidas, para assegurar seus filiados no governo atual, principalmente Anadete, a cúpula do PT-DF teria orientado os petistas que estão lotados na Casa Civil para se desfiliarem rapidamente do partido, evitando que o assunto saia na imprensa. Corre o rumor nos bastidores de que o grupo está empenhado em ajudar a salvar o governo Agnelo da guilhotina, com o objetivo claro de sanar a imagem do PT-DF na cidade, visando às eleições de 2018.

Promover uma caça às bruxas com a intenção de erradicar o PT do governo pode não ser a urgência do momento, mas para quem afirma todos os dias que Agnelo quebrou o GDF, e ainda mantém uma pessoa de confiança do ex-governador em uma área estratégica é, no mínimo, contraditório. Ou toda crítica ao governo passado não passa de jogo de cena?

Fonte: Blog do Fred Lima

1
Publicidade

Comentário