Atenção, ambulantes: começou o cadastramento

O prazo termina amanhã (11). Até o momento, 469 pessoas já se inscreveram

181
Print Friendly, PDF & Email

Gizella Rodrigues, da Agência Brasília

No carnaval de 2019, Driele Freitas Silva, 32 anos, moradora de Santa Maria, montou sua barraquinha de lanches na Praça dos Prazeres, na 201 Norte, um dos polos da folia brasiliense. A grande movimentação de pessoas no local entre sexta e terça-feira de carnaval garantiu um faturamento de R$ 15 mil para a ambulante que, na manhã desta segunda-feira (10), foi em busca de autorização para montar seu comércio temporário este ano novamente no mesmo lugar.

No primeiro dia de cadastramento de interessados em trabalhar no carnaval de 2020, 447 pessoas se inscreveram para concorrer a uma das mil vagas oferecidas pela Secretaria Executiva das Cidades (Secid).

Os ambulantes ainda podem fazer o cadastro amanhã (11), das 9h às 17h, na Subsecretaria de Mobiliário Urbano e Apoio às Cidades da Secretaria Executiva das Cidades, que fica no Parque da Cidade (no Estacionamento 13, ao lado da administração).

São 700 vagas para caixeiros, ambulantes que vendem bebidas em caixas de isopor, e mais 300 para barracas fixas. Quem já for cadastrado na Secid, de 2019 para cá, deve comparecer pessoalmente, mas não precisa levar a documentação exigida. Para novos cadastros, é necessário apresentar original e cópia do RG, CPF, duas fotos 3 X 4, Certificado de Microempreendedor Individual (optante) e comprovante de endereço, além da certidão de casamento ou declaração de união estável se for o caso.

O sorteio das licenças ocorrerá na próxima quarta-feira (12) e a lista dos selecionados será divulgada no site da Secid (www.cidades.df.gov.br) no próprio dia 12, no fim do dia. Os sorteados deverão pagar a taxa para a ocupação da área pública – R$ 64,80 para barracas e R$ 14,40 para caixeiros – antes de pegar as licenças.

Os boletos das taxas e as autorizações serão entregues pessoalmente no Parque da Cidade nos dias 18 e 19. Após as taxas serem pagas, as autorizações serão liberadas. O pagamento poderá ser feito na hora, pois uma van do Banco de Brasília (BRB) estará estacionada no local.

Driele espera cooperação da meteorologia para repetir as vendas do ano passado. “Ano passado foi bom, muito organizado, mas precisa parar de chover”, diz a ambulante que tem cadastro na Secid há sete anos. Elizângela Santos Alves, 40 anos, vende açaí há cinco anos na Asa Norte e se inscreveu para concorrer a uma das 700 vagas de caixeira. Pretende trabalhar no bloco Baratinha, no Parque da Cidade, e ganhar uma renda extra.

A Subsecretaria de Mobiliário Urbano e Apoio às Cidades da Secid também cadastrou nesta segunda-feira (10) 22 pessoas interessadas em montar barracas no Rebanhão, encontro católico que acontece durante a folia e reúne milhares de fiéis no estádio Mané Garrincha. O GDF vai autorizar 80 barracas que deverão ser montadas atrás da 5ª Delegacia de Polícia, já que a área em frente ao ginásio agora é da iniciativa privada.

 

Fonte: Agência Brasília