Manifesto da Saúde: Com Ibaneis a saúde continua um caos!

215


Print Friendly, PDF & Email

No início do ano, o Governador Ibaneis Rocha apresentou como solução para o caos na Saúde do Distrito Federal a ampliação do modelo de terceirização do Hospital de Base, com a criação do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do DF (IGESDF). Além do HBDF, o IGESDF passou a gerir as seis Unidades de Pronto Atendimento do DF e o Hospital Regional de Santa Maria.

A questão é que passados seis meses de Governo a Saúde do DF ainda continua um caos. Longas filas de espera para consultas com especialistas, emergências sem profissionais para atendimento, alagamento de enfermarias nos períodos de chuva, pacientes morrendo em macas e cadeiras por falta de leitos de internação e de UTI.

Além dos problemas constantes na Saúde, o DF registrou esse ano o maior surto de dengue da história, com mais de 27 mil casos notificados e 26 mortes. Em 2018, foram notificados apenas 1.800 casos, conforme dados da própria Secretaria de Saúde. Isso mostra que as políticas do Governo para a saúde, focadas na terceirização dos serviços, estão gerando mais problemas para a população.

Ibaneis ainda lidera o Fórum de Governadores que, entre outras medidas, apoia a manutenção dos Estados e Municípios na Reforma da Previdência de Bolsonaro e Paulo Guedes. Os trabalhadores da Saúde não concordam com essa reforma que retira o direito da população ter uma aposentadoria digna. Por isso, apoiamos a Greve Geral convocada pelas centrais sindicais no dia 14 de junho!

Em defesa da aposentadoria, nenhum direito a menos!

Publicidade

Fonte: Sindate-DF