Mutirão começa com 50 mil primeiras doses disponíveis

Número de vacinas foi distribuído para todas as regiões de saúde. Imunizantes destinados à segunda dose não serão utilizados para primeira

70
Print Friendly, PDF & Email

O mutirão de vacinação contra a covid-19 continua neste sábado (24) em 74 pontos de vacinação. A Secretaria de Saúde disponibilizou 50 mil doses para iniciar o esquema vacinal que deverão ser aplicadas durante o dia de hoje. O restante das doses disponíveis nas regiões e Rede de Frio Central são para aplicação do reforço, totalizando cerca de 100 mil doses. O Distrito Federal mantém a decisão técnica de reservar as D2 para utilização exclusivamente como segunda dose, de forma a garantir que a população tenha a imunização garantida.

Os pontos de vacinação seguem abertos até as 17h. À medida que os imunizantes estiverem acabando nas bases de vacinação, os servidores irão avisar quem está na fila. Ao término dessas doses, a Secretaria de Saúde irá aguardar o envio de mais vacinas pelo Ministério da Saúde para prosseguir com a campanha de vacinação.

Com a expectativa de aplicar todas as 50 mil D1 neste sábado, a Secretaria de Saúde prevê a imunização somente de D2 no domingo (24). As 100 mil doses disponíveis para reforço vacinal estão todas programadas para serem usadas até o dia 31 de julho. A partir da próxima segunda-feira (25), a expectativa é vacinar cerca de 20 mil pessoas com a D2 a cada dia, de acordo com o que está previsto no cartão de vacinação das pessoas.

Publicidade

Recorde

Na última sexta-feira (23), a Secretaria de Saúde vacinou 76.922 pessoas, sendo que 60.473 receberam a primeira dose, 16.213 a segunda e 236, a dose única da Janssen. A campanha de vacinação já atingiu 54,39% de cobertura vacinal considerando os indivíduos maiores de 18 anos que receberam a primeira dose e a dose única, e 21,44% para aqueles que completaram a imunização recebendo a segunda dose ou a dose única.

Em números, a capital federal já vacinou, até ontem, 1.209.244 pessoas com a D1, 447.937 com a D2 e 47.201 com dose única.

FONTEAgência Brasília
Artigo anteriorHRAN amplia pronto-socorro de cirurgias geral e plástica
Próximo artigoAnvisa encerra análise de pedido de uso emergencial da Covaxin