Morre médico, Olavo Medeiros Miller, um dos fundadores do SAMU do Distrito Federal

429

Print Friendly, PDF & Email

Por Kleber Karpov

Na noite de quinta-feira (17/Jun), morreu, aos 67 anos, o militar, médico, gestor da Secretaria de Estado de Saúde do DF (SES-DF) e um dos fundadores do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), doutor Olavo Medeiros Miller. Internado no Hospital Santa Lúcia, o emergencista, não resistiu a complicações da infecção da Covid-19.

Por meio de nota de pesar a SES-DF, fez um resgate da atuação de Miller, desde o ingresso na secretaria, em 1980, quatro anos após ter ingressado na Escola Médica do Rio de Janeiro, onde se formou em medicina. “Atuou como intensivista do Hospital de Base do Distrito Federal, foi um dos fundadores e primeiro coordenador do Serviço Médico de Urgência (SAMU) no Distrito Federal.”

Publicidade

Ainda segundo a pasta, Miller também era um “pediatra muito experiente e admirado pelos colegas de trabalho e profissionais de saúde. Em 2020 foi nomeado para o cargo público de secretário adjunto de Assistência à Saúde, em que ficou até setembro.”.

Também por meio de nota de pesar, o deputado distrital, Jorge Vianna (Podemos), fez um resgate de outro momento, em que trabalharam juntos na Força Aérea Brasileira (FAB).  “Tive a honra de estar nas fileiras, com o então major Olavo Miller, na Força Aérea Brasileira. Trabalhamos juntos no Hospital da Força Aérea, de Brasília e o Olavo Miller sempre foi um homem muito distinto, de poucas palavras, e extremamente prático. Na secretaria de saúde, tive o prazer de reencontrá-lo por diversas ocasiões, pois ele foi médico do Hospital de Base, também na condição de secretário-adjunto da Santa Maria e da SAIS, da Secretaria de Saúde e também no SAMU.”.

Triste e Assustador

Pego de surpresa, com o que classificou de triste e assustador, ao se referir a pandemia do coronavírus, Vianna disse que conversou com Miller, por meio de mensagem, em ocasião que o médico estava internado. “Vínhamos conversando e ele me mandou uma mensagem em que falou das condições clínicas no hospital. Eu achava que essa situação seria resolvida, que ele se recuperaria e de repente chegou essa notícia do falecimento dele. É extremamente triste e assustador, o que essa pandemia está causando.”.

Artigo anteriorÉ falso o banner que circula em aplicativos de conversa sobre vacinação contra a meningite ACWY
Próximo artigoIbaneis libera agendamento de vacinação, contra covid-19, às pessoas com 49 anos