Começa, na segunda (21), processo para contratação de brigadistas florestais no DF

Inscrições serão on-line, gratuitas e terminam no dia 28 de junho

104

Print Friendly, PDF & Email

Tem início na segunda-feira (21) as inscrições do processo seletivo simplificado, para a contratação temporária, de 150 brigadistas de combate aos incêndios florestais. As vagas estão divididas em: seis Supervisores de Brigada, 24 Chefes de Brigada e 120 Brigadistas Florestais Combatentes. Terá ainda a formação de cadastro reserva. As inscrições serão online e gratuitas, e irão até o dia 28 de junho. Confira aqui e no nosso site informações sobre a contratação.

A contratação desses profissionais é uma das ações do governo, por meio do Plano de Prevenção de Combate aos Incêndios Florestais (PPCIF) da Secretaria do Meio Ambiente (Sema), para evitar e combater incêndios nas Unidades de Conservação espalhadas pelo DF, dentre elas 72 parques. Os brigadistas também poderão atuar em outras áreas, em parceria com o Corpo de Bombeiros.

A remuneração para brigadistas florestais é de R$ 2.200, para chefes de brigada é de R$ 2.750 e para os supervisores de brigada de R$ 3.500. Em todos os cargos é exigido diploma ou declaração de participação em curso de Formação de Brigada de Combate a Incêndio Florestal.

Publicidade

Para os cargos de chefe de brigadas e supervisores, é necessário, ainda, certificado ou diploma de conclusão do ensino médio e carteira de habilitação no mínimo “B”. Para os brigadistas florestais combatentes, um dos pré-requisitos é ser alfabetizado.

Quanto à inscrição, o candidato deverá acessar e preencher o link de Inscrição on-line, no site do Instituto Brasília Ambiental. Após o preenchimento e envio, o candidato estará autorizado a comparecer, pessoalmente, na sede do Instituto, localizado à SEPN 511 Bloco “C,” edifício Bittar, térreo – Brasília/DF, para a entrega dos documentos.

O envelope deverá estar lacrado com cola e identificado segundo o modelo do Anexo I – Identificação do candidato (colar do lado de fora do envelope), contendo as cópias das documentações exigidas. Toda a documentação inserida no envelope deverá ser comprovada no ato da posse do candidato.

FONTEAgência Brasília
Artigo anteriorApós retomada de cirurgias eletivas, Secretaria de Saúde realiza 5.438 procedimentos em um mês no DF
Próximo artigoServidor Público: Vem aí o 2º Festival DF Musical. Participe!