Saúde vacina quase 100 mil pessoas no Dia D contra Influenza no DF

46
Print Friendly, PDF & Email



Até o momento, 378.866 doses foram aplicadas ao longo da campanha

Por Leandro Cipriano

A Secretaria de Saúde registrou, no Dia D contra o vírus Influenza, no sábado (4), um total de 97.030 pessoas vacinadas no Distrito Federal. Os dados foram compilados na tarde desta segunda-feira (6). Até agora, 378.866 doses foram aplicadas ao longo da campanha de vacinação, o que representa 45,9% do público-alvo.

“Foi um ótimo Dia D, pois quase 100 mil pessoas foram vacinadas. Mas ainda temos muito trabalho pela frente, pois a meta da vacinação é de 90% e estamos com 45,9%. Solicitamos que as pessoas pertencentes aos grupos prioritários procurem, o quanto antes, as salas de vacinação da rede pública do Distrito Federal”, frisou a gerente da Imunização do DF, Renata Brandão.

Publicidade

De acordo com ela, os que menos procuraram pelas vacinas durante a campanha foram os professores e os portadores de comorbidades – pessoas com doenças crônicas não transmissíveis. “Para esses pacientes portadores de doenças crônicas, alertamos o risco de adoecimento e de complicações que podem levar à morte”, destacou.

Também devem se vacinar crianças e gestantes, mulheres com até 45 dias após o parto (puérperas), pessoas com 60 anos ou mais de idade, trabalhadores da saúde, indígenas, bem como os adolescentes e jovens com idade entre 12 e 21 anos em medida socioeducativa, população privada de liberdade, policiais civis, militares e bombeiros, e os servidores do sistema prisional.

Salas de Vacina

Ao longo da campanha, 133 salas de vacina estarão abertas para a população. No Dia D, foram 109 locais para imunização de todos os públicos da campanha, que funcionaram de 8h às 17h. Além disso, também foi possível atualizar a caderneta de vacinação. Para a ocasião, o Ministério da Saúde enviou 180 mil doses ao DF.

O objetivo da campanha, que vai até 31 de maio, é reduzir as complicações, internações e mortalidade decorrentes das infecções provocada pelo vírus da Influenza na população-alvo. É importante receber uma nova dose anual porque a composição da vacina muda de acordo com o vírus circulante.

A imunização é uma das medidas mais efetivas para a prevenção da gripe grave e suas complicações. As vacinas utilizadas pelo Programa Nacional de Imunização (PNI), durante as campanhas, são constituídas por vírus inativados, fracionados e purificados. Portanto, são totalmente seguras e não causam a doença.

Fonte: Agência Saúde DF