Com superlotação HRG chega a ocupar, na emergência, o mesmo leito com dois pacientes

888
Print Friendly, PDF & Email

Com capacidade de 39 leitos, unidade mantém mais de 100 pacientes internados

Por Kleber Karpov

Nesta quinta-feira (9/Mai), PD recebeu denúncia de superlotação no Hospital Regional do Gama (HRG). A Sala Vermelha, que recebe pacientes em estado grave, chegou a acolher nove pacientes para ocupar as seis vagas normais da sala. Revoltados, servidores registraram um vídeo que mostra duas pacientes internadas na mesma maca, na sala que funciona como uma Unidade de Terapia Semi-Intensiva.

No início da noite, uma mensagem compartilhada em grupos do aplicativo Whatsapp supostamente encaminhada por gestores do HRG, anunciou a decretação de bandeira vermelha para a clínica médica do hospital, em decorrência da superlotação do Pronto Socorro.

Publicidade

AO PD, um conselheiro regional de saúde do Gama, sob sigilo de identidade, apontou a preocupação com o quadro de superlotação do HRG. “Essa sala é um box de emergência do PS, onde chegam pessoas com parada cardíaca, com pressão muito alta ou desmaiada. Elas vão para os médicos poderem reanimar. Alguns pacientes estão até entubados, é uma Semi-UTI. Por falta de vagas nas UTIs, em Brasília, muitos ficam ali aguardando vagas em alguma UTI para serem removidos. Hoje o Pronto Socorro estava fechado, não estava atendendo as pessoas, por causa da superlotação.”.

Ainda segundo o conselheiro, o PS estava em atendimento de mais de 100 pacientes, quando a capacidade era de pouco mais de 30. “Estavam passando mais de 70 pessoas.”, explicou.

Estado de Emergência

O conselheiro também lembrou que o DF está sob decreto de Estado de Emergência, para resolver o problema da Saúde do DF. “É preciso que o governador use, a medida que ele tomou, pois estamos em Estado de Emergência para que ele possa contratar as pessoas, mesmo sem concurso. Mas infelizmente até agora nada. Nem as nomeações tem saído, a grande maioria dos setores do Hospital do Gama está sem chefe, a gente não sabe nem a quem procurar. As pessoas que estão no hospital tem quebrado o  galho como chefes, pois o governador tinha suspendido as nomeações e não voltou a nomear”, criticou.

Colapso da Saúde

Na rede social, Facebook, o deputado distrital, Jorge Vianna (PODEMOS), reagiu ao vídeo publicado e sugeriu que a Saúde do DF está “chegando ao colapso”. O parlamentar informou que a Comissão de Educação, Saúde e Cultura (CESC) da Câmara Legislativa do DF (CLDF), a qual preside, deve pedir providências ao Secretário de Saúde, Osnei Okumoto.

“A comissão de saúde irá pedir providências do secretário de Saúde. Não tem condições! É humanamente impossível viver nessas condições. Dois pacientes na mesma macas por falta de leitos? Chegando ao colapso!”.

A outra parte

Questionada sobre a superlotação no HRG, por meio de nota, a Secretaria de Estado de Saúde do DF (SES-DF) informou que o hospital está com o atendimento acima da capacidade do hospital.

“A unidade está atendendo muito acima da capacidade. A internação do Pronto-socorro conta com 39 leitos, mas 101 pacientes estão internados. A Sala Vermelha, que funciona como uma ala semi-intensiva, possui quatro leitos e duas macas para reanimação, mas, no momento, nove pacientes estão internados.”.

Ainda de acordo com a SES, “todos os internados estão sendo reavaliados e, quem estiver apto, receberá alta. Com isso, espera-se que diminua a superlotação na unidade.”.