Ex-presidente do Coren-DF alertou Rollemberg sobre mortes e manipulação de dados do Hospital do Guará para fechamento da Sala Vermelha

Print Friendly, PDF & Email

Wellington aponta que tomada de decisão de remoção do serviço de atendimento do SAMU do HRGu foi baseado em dados manipulados e Rollemberg acoberta secretário de saúde

Por Kleber Karpov

O ex-presidente e atual conselheiro do Conselho Regional de Enfermagem do DF (COREN-DF) , Wellington Antônio da Silva, denunciou ao Política Distrital (PD), que alertou o governador do DF, Rodrigo Rollemberg, sobre tomada de decisão equivocada do secretario de Estado de Saúde do DF (SES-DF), Humberto Lucena Pereira da Fonseca em fechar a sala vermelha do Hospital Regional do Guará (HRGu). O principal motivo do alerta, pacientes estão morrendo por falta da equipe do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU) naquela unidade.

O alerta foi dado ao governador, por meio do aplicativo Whatsapp, em uma das mensagens, Wellington explica que o fechamento da sala vermelha foi equivocado pois, além do déficit de servidores, há falta de preparo dos profissionais lotados no HRGu para tratar de casos críticos.

“Prezado Governador, Venho através alertar vossa excelência que pacientes estão… morrendo na sala vermelha do Guará… Retiraram a equipe do SAMU de la e a equipe do Guara alem de ser insuficiente nao tem preparo para cuidar de pacientes graves… Os dados apresentados ao secretario de Saude foram manipulados…(SIC)”, postou Wellington.

Em outra mensagem, Wellington chegou a elogiar Fonseca, porém, fez outro alerta, em relação à assessoria do SES, além de observar que a negligência em relação ao fechamento da sala vermelha no HRGu, deve figurar na mídia “nos próximos dias”. O ex-presidente do COREN-DF deu a entender se tratar apenas, de questão de tempo, antes que algum morador de “classe media” do Guará ou de Águas Claras viesse a óbito na unidade.

Após tal postagem, Rollemberg chegou a responder a postagem informando que encaminhou tal mensagem ao secretário de Saúde, ocasião em que Wellington, observou que, em decorrência daquela conversa, que seria exonerado do cargo comissionado.

Rollemberg se limitou a dizer que tal mensagem não for a encaminhada por Wellington ao secretário de Saúde, o que foi refutado pelo ex-presidente do Coren-DF “mandei para ele mas nao tive resposta e não fiz um documento oficial porque e sou fiel ao Sr [Rollemberg] e a Ele [Humberto Fonseca](SIC)”.

Na sequência da mensagem, Rollemberg encaminha nova postagem para Wellington Luiz com o parecer de Humberto Fonseca sobre o caso. Nela o secretário de Saúde informou que a “Sala Vermelha do Guará já fechou.”, afirmou que o HRGu atendia apenas 40 pacientes por mês, quando o Hospital de Base do DF (HBDF) atende 1250.

Humberto Fonseca, na mensagem, afirmou não haver sentido, continuar com a sala do Guará, sob o argumento de falta de pessoal e da entrega de horas extras por parte dos servidores. “O fluxo foi direcionado para o Base e os servidores idem.”, alegou o SES-DF, ao sugerir que embora fosse uma decisão correta, que não agradou a todos.

Dados inverídicos

Novamente Wellington voltou a refutar tal parecer de Humberto Fonseca. Segundo o ex-presidente do COREN-DF, o secretário de Saúde se baseou em informação equivocada ao considerar que a sala vermelha do HBDF recebe cerca de 1.100 pacientes quando na prática esse número é de todo o Pronto Socorro do Hospital.

Outro equívoco apontado por Wellington é que o HRGu não atendia apenas 40 pacientes e sim, 500, nos três leitos que existiam na unidade do Guará.

“Governador esses dados não são reais eu provo com estatística no sistema. 1200 em todo ps e não nas salas vermelhas. 40 vidas reanimadas não são 1200 pacientes atendidos. O trauma e a neurocardio nao atende 1200 pcte por mes isso nao e real… nao tem esteutura(SIC).”, disse ao reafirmar que prova o equívoco dos dados estatísticos do sistema, manipulados.

Em outra mensagem Wellington explicou à Rollemberg que o HBDF mantém 15 leitos, que atende 1093 pacientes, disse ao explicar uma omissão no documento, porém, Rollemberg deixou de dar retorno à postagem, embora o aplicativo marcasse a leitura do conteúdo postado.

Conselho de Saúde

Ao PD, Wellington afirmou que chegou a denunciar o caso para o presidente do Conselho de Saúde do DF (CSDF), Helvécio Ferreira, que se comprometeu a levar o caso adiante, porém, nenhuma atitude foi tomada.

Exoneração

Responsável por implantar a sala vermelha do HRGu e do Centro de Trauma do HBDF, Wellington chegou suplicar e enfatizar o perigo da desativação do serviço do SAMU no HRGu “Pela primeira vez EU peço em nome de Deus faca uma reunião urgente com os envolvidos… Eu criei a sala vermelha do Guara e do Centro de Trauma do Base… Pelo amor de Deus não deixe as pessoas morrerem. ”, implorou, por duas vezes.

No entanto, sem resposta concreta sobre o caso, Wellington, que estava implantando o centro de especialidades no Núcleo Bandeirante e Centro de Atendimento Especial à Criança, conforme havia previsto, foi exonerado do cargo comissionado.

Estatística

Dados apresentados à PD, pelo ex-presidente do COREN-DF, apontam os quantitativos reais de atendimentos do SAMU no então Sala Vermelha do HRGu. Entre eles, 772 atendimentos em 2015, 521 em 2016 e 302, nos primeiros seis meses de 2017.

Os números de mortes também foram apresentados e demonstram que em 2017, 49 pessoas vieram a óbito no HRGu, um paciente a mais que em 2016 com 48 casos e outras 79 morreram em 2015.

Estranhamente

Por duas vezes, em apurações sobre o fechamento da sala vermelha do HRGu, junto a SES-DF, a pasta negou que houvesse fechado a unidade, argumentando apenas ter feito um remanejamento para o HBDF. No entanto, o secretário foi claro, ao fazer tal afirmação ao governador do DF.

1

Kleber Karpov

@KleberKarpov Jornalista (MTB 10379-DF) Perfil Acadêmico e Profissional Pós-Graduando em Auditoria em Serviços de Saúde (ICESP-DF) Graduado em Jornalismo (ICESP-DF); Ciências Políticas (Veduca/USP); Consultor em Tecnologia da Informação; Consultor em Marketing Político; Coordenador de Campanhas políticas ou institucionais; ex-Assessor Parlamentar na Câmara Federal; Vice-Presidente da Associação Brasiliense de Blogueiros de Política (ABBP); Projetos Pessoais e Sociais: Criador do projeto www.queromeucarrodevolta.com.br (2012), para vítimas de roubos e furtos de veículos; Editor e Apresentador do telejornal Quero Meu Carro de Volta Apresentador do Panorama Político (Rádio Federal) Envie sua sugestão de pauta: Whatsapp: (61) 99606-2984 E-Mail: karpovls@gmail.com

Você pode gostar...

Comentário