Auxiliares e técnicos em enfermagem preparam ato de protesto contra Instituto HBDF

60
Print Friendly, PDF & Email

A direção do Sindate realizou, na manhã desta sexta-feira (24/03), assembleia regional com o auxiliares e técnicos em enfermagem do Hospital de Base para tratar sobre a criação do Instituto Hospital de Base do DF (IHBDF).

Na ocasião, os diretores tiraram dúvidas dos servidores sobre o modelo que está sendo apresentado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-DF), além de terem escutado depoimento dos colegas de Goiânia, que já passaram por essa mudança de modelo de gestão nos hospitais da cidade.

Um dos servidores do HBDF contou que na época da mudança de gestão dos hospitais de Goiânia, muitos servidores sofreram e foram colocados à disposição pela empresa, com a justificativa que os servidores não tinham o perfil do hospital.  “Não acredito que vou viver isso de novo”, conta o técnico em enfermagem.

Para a servidora do Hospital de Base há 27 anos e diretora do Sindate, Elza Reis Aparecida, os trabalhadores do hospital não estão vendo a real gravidade do que pode acontecer. A diretora, enquanto servidora do HBDF conhece diversos relatos de hospitais que tiveram a mudança do modelo de gestão e só pioraram, tanto em atendimento quanto na forma de relação de trabalho.

Ato de protesto

Publicidade

Apesar da opinião do Sindate ser clara de que é contrário a essa mudança de gestão do HBDF, a direção do sindicato quis saber o que se passa pela cabeça dos profissionais, se de fato eles não querem a criação do instituto ou se estão satisfeitos com a proposta, o que levou o sindicato fazer a pergunta básica: “Vocês querem que o Hospital de Base se torne um instituto? ” E a resposta da categoria presente foi unânime, “NÃO”.

Dessa forma, foi decidido em assembleia regional que na próxima segunda-feira (27/03), às 10h da manhã, em frente ao Pronto Socorro do Hospital de Base haverá um ato de protesto contra a mudança do modelo de gestão do HBDF.

2

Comentário