Neoenergia Brasília investe mais de R$ 4,2 milhões em ações para economizar energia no primeiro semestre de 2022

População de baixa renda foi beneficiada com a troca de refrigeradores e de lâmpadas ineficientes por LED, além da capacitação de alunos e professores sobre consumo racional de energia

A Neoenergia Brasília trabalha em busca de reduzir o desperdício de energia elétrica, além de adequar o valor das contas de luz à capacidade de pagamento de consumidores cadastrados em programas sociais. Com investimento de R$ 4,2 milhões nos seis primeiros meses de 2022, a distribuidora realizou uma série de ações de eficiência energética, como por exemplo a troca de lâmpadas ineficientes por modelos LED, a substituição de refrigeradores antigos para moradores de baixa renda, troca de lâmpadas em prédios do Governo do Distrito Federal (GDF), além da assinatura de convênio com o Ministério da Economia para eficientização de 16 ministérios e do Palácio do Planalto.

“Temos o compromisso de promover o uso eficiente de energia elétrica por meio de novas tecnologias e de equipamentos adequados, levando bem-estar às pessoas e desenvolvimento para diversas regiões do DF”, explica Ana Christina Mascarenhas, gerente de Eficiência Energética da Neoenergia.

Um dos resultados mais significativos veio do projeto Energia com Cidadania. A distribuidora percorreu as ruas de 17 Regiões Administrativas (RA’s) e trocou 37.821 lâmpadas convencionais por modelos LED, 40% mais econômicas. Para receber o kit de lâmpadas novas, os moradores residenciais ou rurais-residenciais devem residir na comunidade ou estarem cadastrados na Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE), não possuir débitos com a concessionária, levar a conta de energia junto com a documentação de identificação do titular e até cinco lâmpadas incandescentes ou fluorescentes usadas (potência igual ou superior a 15W).

Publicidade

Ainda dentro do Energia com Cidadania, a concessionária trocou 667 refrigeradores antigos por modelos eficientes, visando proporcionar economia na conta de luz dos moradores do DF. Para se cadastrar e ter o direito a substituição do refrigerador, o cliente precisa ser beneficiário da TSEE, estar adimplente com a distribuidora, ter consumo mensal superior a 150 kWh/mês, além de residir nas regiões atendidas pelo projeto.

PARCERIA

A Neoenergia Brasília fechou também uma parceria com o governo federal para a eficientização da iluminação artificial dos prédios da Esplanada dos Ministérios. O acordo, assinado entre a distribuidora e o Ministério da Economia, busca a substituição de lâmpadas ineficientes por modelos LED. Inicialmente, 16 ministérios, o Palácio do Planalto, o Palácio da Justiça e o Palácio do Itamaraty estão participando do projeto. Assim, está prevista a troca de 110 mil lâmpadas ao longo de 24 meses.

A concessionária iniciou também a substituição de lâmpadas convencionais de prédios públicos na capital federal. O primeiro local beneficiado pelo projeto é o complexo da Força Aérea Brasileira (FAB) em Brasília, com a troca de 7.684 lâmpadas. Desse total, 959 lâmpadas já foram entregues para a Base Aérea de Brasília.

Em outro acordo, dessa vez assinado com o GDF, a Neoenergia Brasília realizou também a troca de 4.072 lâmpadas nos prédios de 15 RA’s espalhadas por toda a capital federal. Ainda no âmbito do GDF, a distribuidora realizou a entrega de 15 refrigeradores científicos destinados ao armazenamento de vacinas contra a Covid-19 e outras doenças.

EDUCAÇÃO

A Neoenergia Brasília acredita na educação como principal vetor para a formação de hábitos relacionados ao uso eficiente e seguro de energia elétrica, assim como para o desenvolvimento de uma consciência cidadã que pensa na preservação ambiental e na economia familiar. De janeiro a junho desse ano, a distribuidora levou a sua Unidade Móvel Educativa (UME) a 13 escolas e capacitou 6,3 mil alunos, além de 307 educadores.

MUTIRÕES

No último mês de junho, a distribuidora promoveu, em parceria com o Ministério do Meio Ambiente, no Eixão do Lazer, a troca de materiais descartáveis por lâmpadas LED. A ação buscou estimular o uso racional dos recursos naturais e minimizar, por meio da reciclagem, os impactos negativos causados pela destinação inadequada de resíduos no meio ambiente.

Já no mês de março, a distribuidora realizou, no Parque da Cidade, o mutirão do Dia Mundial da Eficiência Energética, com projetos para reforçar a importância da data, do tema e da prática no dia a dia de todas as comunidades, com ênfase para a causa e seus benefícios às pessoas e ao planeta.

Todas essas iniciativas fazem parte do Programa de Eficiência Energética (PEE) da Neoenergia Brasília, regulado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). As ações são viabilizadas em parceria com as regiões administrativas e entidades locais, e são voltadas aos clientes residenciais baixa renda.

Artigo anteriorForças Armadas inspecionam código-fonte de urna eletrônica no TSE
Próximo artigoEnfermagem: sanção de piso salarial deve ocorrer às 17h desta quinta-feira (4), mas pode ter veto parcial