Campanha Nacional de Multivacinação é prorrogada até 30/11

No Distrito Federal, a campanha alcançou 68,4% do público que compareceu aos pontos de vacinação

Print Friendly, PDF & Email

Com o objetivo de aumentar a cobertura vacinal da população de todo o País, considerando uma queda na procura por vacinas nos últimos anos, a Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde decidiu ampliar, até o dia 30 de novembro, a Campanha Nacional de Multivacinação.

A campanha é destinada à atualização da caderneta de vacina de crianças de zero a menores de 15 anos de idade. No Distrito Federal, a Campanha de Multivacinação alcançou somente 68,4% do público que compareceu aos pontos de vacinação, um número bem inferior ao esperado, que é de pelo menos 90%.

“Temos estoques de todas as vacinas de rotina. Somente as vacinas especiais, que ficam no Centro de Referência de Imunobiológicos Especiais (CRIE), estão desabastecidas e com poucas unidades. Neste caso, são as vacinas contra hepatite A, influenza tipo B, raiva, hexavalente e dTpa”, explica a chefe do Núcleo da Rede de Frio, Tereza Luiza Pereira.

Publicidade

Em âmbito nacional, nos dados da Campanha de Multivacinação registrados no LocalizaSUS até o dia 28 de outubro, constam o total de 3.026.553 milhões de doses aplicadas em todo o País.

Por isso, é importante levar as crianças de zero a menores de 15 anos até uma sala de vacinação de rotina mais próxima para atualizar a caderneta de vacinação. Chegando na unidade, o profissional de saúde irá verificar se tem alguma vacina do calendário básico em falta. Se houver, o imunizante poderá ser aplicado na hora.

A partir da quarta-feira (3), todos os 111 pontos de vacinação estarão disponíveis para a população atualizar a caderneta de vacina. Vale lembrar que, do bebê ao idoso, independentemente da faixa etária, há vários tipos de vacinas para prevenção de diversas doenças. A maior parte dessas vacinas é aplicada na infância e faz parte do calendário básico de vacinação preconizado pelo Ministério da Saúde.

FONTESecretaria de Saúde
Artigo anteriorCovid-19: Brasil tem 21,8 milhões de casos acumulados e 607 mil mortes
Próximo artigoSaúde do DF transfere ponto facultativo do Dia dos Servidores para esta segunda