Senador Randolfe ingressa com notícia-crime no STF contra Bolsonaro

Para senador, presidente da República atenta contra instituições, ameaça Estado Democrático de Direito além de utilizar recursos públicos indevidamente

137
Print Friendly, PDF & Email

Por Kleber Karpov

O Senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP), líder da oposição no Senado Federal, publicou na noite desta terça-feira (7/Set), no microblog Twitter, que ingressou com notícia-crime junto ao Supremo Tribunal Federal (STF), contra o presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido). Rodrigues pede a investigação do mandatário do país por ao menos três práticas criminosas, durante a manifestação do 7 de setembro.

Para Rodrigues, o mandatário do país cometeu crimes de atentado contra a ordem constitucional, o Estado Democrático de Direito e a separação dos Poderes, conforme prevê a Constituição Federal de 1988; a sobre eventual financiamento destes atos de hoje; e a utilização indevida da máquina público, do dinheiro público, helicópteros, em favor desses atos.

Publicidade

O senador requisitou ainda a abertura de inquérito contra Bolsonaro, pelo STF, “por sua grave ameaça ao livre funcionamento do Judiciário e pelo uso de recursos públicos p/ financiar seu carnaval golpista, na forma da (ainda vigente) Lei de Segurança Nacional (arts. 18 e 23, I)”.

Ataque a ministros

Na comemoração da Independência do Brasil, Bolsonaro direcionou críticas a ministros do STF, por ações que atingem bolsonaristas sob investigação de promoção e participação em pautas anti-democráticas.

Em reunião, na tarde desta terça-feira (7/Set), com exceção do presidente do STF, Dias Toffoli, ministros aprovaram manifestação em sessão do plenário, na quarta-feira (8/Set), sobre a postura de Bolsonaro, durante atos do 7 de Setembro.

Artigo anteriorSenadores repercutem discursos de Bolsonaro no Dia da Independência em Brasília e em São Paulo
Próximo artigoProcesso Seletivo: Último dia para se candidatar para cargos técnicos no IGESDF