MPDFT pede 250 mil doses de vacina contra Covid-19 ao Ministério da Saúde

Força-tarefa do Ministério Público pede que seja feita a reposição das doses aplicadas na população residente fora do DF e a suplementação ao que foi repassado, de maneira subestimada, para forças de segurança e profissionais da saúde

27

Print Friendly, PDF & Email

força-tarefa do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) que  acompanha as medidas de enfrentamento à Covid-19 requisitou mais 250 mil doses de vacina ao Ministério da Saúde. O pedido enviado nesta segunda-feira, 12 de junho, registra a subestimação do público-alvo que compõe os grupos prioritários previstos no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação e o consequente repasse de imunizantes em número inferior ao realmente aplicado no Distrito Federal.

De acordo com estudo feito pela força-tarefa, o Ministério da Saúde estimou o quantitativo de integrantes das Forças de Segurança e Salvamento a serem vacinados em 6.753 pessoas, porém são, aproximadamente, 32 mil trabalhadores. Para os profissionais da área de saúde não vinculados a conselhos profissionais, o MPDFT também verificou a necessidade de um acréscimo de 25 mil doses. Além disso, foram aplicadas no DF 171.652 doses de imunizantes a moradores de outros estados, principalmente da região do entorno (Goiás e Minas Gerais).

Para o coordenador da força-tarefa, procurador de Justiça José Eduardo Sabo, a iniciativa é importante para conseguir a reposição das doses e avançar na vacinação por faixa etária no Distrito Federal. “Este não é nosso primeiro pedido de reforço por imunizantes ao Ministério da Saúde. Mas, dessa vez, fizemos um estudo importante e bastante detalhado que aponta uma subestimação real. O Ministério Público tem acompanhado cada etapa do Plano Nacional de Imunização e do Plano de Operacionalização para garantir a legalidade e também para dar cumprimento ao princípio constitucional do acesso universal e igualitário às ações e serviços de saúde”, destacou Sabo.

Publicidade

Clique aqui para ler a íntegra do documento.

FONTEMPDFT
Artigo anteriorCovid-19: mortes sobem para 535,8 mil e casos, para 19,15 milhões
Próximo artigoApós pressão do Sindate, IGESDF envia contraproposta do Acordo Coletivo aceito pelo categoria