Coren-DF apurou 27 denúncias, realizou 20 operações in loco e 22 instituições de saúde sanaram irregularidades em maio

Em 2021, enfermeiras-fiscais já apuraram 89 denúncias e realizaram 109 operações in loco.

23

Print Friendly, PDF & Email

A fiscalização do Conselho Regional de Enfermagem do Distrito Federal (Coren-DF) apurou 27 denúncias, realizou 20 operações in loco e 17 apurações analíticas em maio de 2021. Neste período, o departamento realizou 210 atendimentos a profissionais e 22 instituições de saúde sanaram irregularidades apontadas pelas enfermeiras-fiscais.

“Chegamos ao quinto mês do ano com a iminência de uma terceira onda da pandemia e sem a solução para velhos problemas, como o baixo dimensionamento de pessoal e a consequente sobrecarga de trabalho para profissionais de Enfermagem. Continuamos autuando essas irregularidades e tomando providências em relação a esses e outros problemas, que já existiam e foram agravados pela pandemia”, destaca o presidente do Coren-DF, Dr. Elissandro Noronha.

Somando os dados de janeiro a maio deste ano, o Coren-DF alcançou a marca de 89 denúncias apuradas, 109 operações realizadas e 1.136 atendimentos à categoria. Neste período, 86 instituições de saúde sanaram irregularidades apontadas pela equipe de fiscalização do Coren-DF.

Publicidade

“A nossa equipe continua mobilizada e está à disposição da categoria, para receber e apurar denúncias. Nossas enfermeiras-fiscais são aliadas no combate à pandemia e a colaboração de quem está na linha de frente é fundamental para direcionar o nosso trabalho”, frisa a gerente de fiscalização do Coren-DF, Dra. Sheila Depollo.

FONTECoren-DF
Artigo anteriorPacientes dos hospitais de campanha do Gama e do Autódromo recebem visita à distância
Próximo artigoMomento é de mobilizar categoria para pressionar a aprovação do piso salarial da enfermagem, aponta Jorge Vianna