Jorge Vianna rebate ‘ataques’ de administrador e faz balanço de emendas à Samambaia

Jorge Vianna enumerou as emendas que destinou à Samambaia e diz que o administrador regional da cidade não executa os recursos por questões políticas

111
Print Friendly, PDF & Email

Por ​​​​​​​Mario Espinheira

O deputado Jorge Vianna (Podemos), na sessão extraordinária da Câmara Legislativa desta terça-feira (2), denunciou que está sofrendo “perseguição política” por parte do administrador de Samambaia, Gustavo Aires, e ressaltou seu compromisso com a população local. Ele disse que destinou R$ 500 mil para iluminação pública da cidade e que a emenda não foi executada, apesar de ter sido liberada em outubro. Ao divulgar reportagem que confirma a destinação do recurso, ele teria sido “atacado” por Aires nas redes sociais. “O administrador, por não gostar de mim por eu ser deputado, já que ele possivelmente vai ser candidato, não executa minhas emendas”.

O distrital aproveitou para fazer um balanço dos recursos que ele destinou para Samambaia nos últimos anos. De acordo com ele, apenas de emendas executadas em 2019 foram R$ 300 mil para o Hospital Regional; R$ 580 mil para escolas; e R$ 880 mil para construção de calçadas. Em 2020, R$ 620 mil para o Hospital; R$ 407 mil para construção da base do Samu; R$ 910 mil para escolas da cidade; R$ 1 milhão para urbanização; R$ 200 mil para habitação; e os R$ 500 mil da iluminação. “Eu sou deputado de todo DF, mas tenho um carinho especial por Samambaia”, afirmou o deputado.

Logo após a fala, o presidente da Comissão de Economia, Orçamento e Finanças, Agaciel Maia (PL), destacou o empenho de Jorge Vianna para garantir recursos à Samambaia. “Como relator do Orçamento, eu quero convalidar tudo que ele falou a respeito da destinação de verbas, tendo em vista que eu mesmo atendo o deputado inúmeras vezes com reivindicação para a cidade”.