Sindicatos da Saúde se unem para tentar receber salários

Print Friendly, PDF & Email

Após o ex-governador Agnelo não pagar os resíduos salariais dos servidores do GDF, entidades organizam movimento unificado para cobrar do Governo os valores devidos

Na noite da terça-feira (6/Jan) a diretoria do Sindicato dos Auxiliares e Técnicos em Enfermagem do Distrito Federal e representantes do Sindicato dos Médicos do DF (SindMédico), Sindicato dos Enfermeiros do DF (SEDF) , Sindicato dos Odontólogos do DF (SODF) e do Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Saúde do DF (SindSaúde-DF) se reuniram com o Secretário de Estado de Relações Institucionais  (SERI), Marcos Dantas, para discutir o atraso de pagamentos de resíduos e de salário dos servidores da saúde do DF.

Na ocasião Dantas demonstrou planilhas e confirmou que o atual governador do DF, Rodrigo Rollemberg (PSB), recebeu de Agnelo Queiroz (PT) pouco mais de R$ 64 mil. O Secretário informou que o GDF tenta obter adiantamento de cerca de R$ 400 milhões, do Fundo Constitucional do DF (FCDF), junto ao Governo Federal, para pagar dívidas dos servidores públicos do DF.

Publicidade

Dantas observou que o governo está empenhado em pagar em Janeiro dos salários de dezembro, férias (do mês) e 13º salário dos servidores que aniversariaram em Dezembro. De acordo com Dantas: “Nosso compromisso é arcar com a folha de pagamento dos servidores.”, afirmou. Porém o Secretário não confirmou se o pagamento será de fato pago aos servidores até o dia 8 de Janeiro.

IMG_5705Ainda segundo Dantas o GDF estuda como vai pagar os atrasados, como horas extras e diferença do 13º Salário. Diante da colocação, o vice-presidente do Sindate-DF, Jorge Vianna, solicitou ao Secretário que não se condicionasse o pagamento dos resíduos devidos aos servidores como “exercício findo”. Isso porque nessa condição o GDF teria prerrogativa de pagar os valores devidos de acordo com as conveniências do Governo, prejudicando os trabalhadores.

Sem nada concreto, após a saída do Secretário, os sindicatos entraram em acordo de realizar um Ato Unificado na quarta-feira, em 14 de Janeiro, às 10 horas, em frente ao Palácio do Buriti. Desse modo os sindicatos darão ao GDF, tempo o suficiente para que os pagamentos sejam efetuados até o dia 8 de Janeiro, conforme está previsto.

Fonte: Sindate-DF

Artigo anteriorAssociação de blogueiros recebe senador Hélio José em almoço entrevista
Próximo artigoApós desistir do Detran Fucio deve assumir Codeplan