Sindate aciona o Coren-DF e afirma que categoria não fará mais o serviço de padioleiro em hospitais

9
Print Friendly, PDF & Email

Por Evely Leão

Após diversas reclamações da categoria em relação ao serviço de padioleiros que estão sendo obrigados a realizar no Hospital Regional de Planaltina (HRPl), a direção do Sindate, na pessoa dos diretores Josiane Jacob e Moisés de Miranda se reuniram com a direção do HRPL para tentar resolver a situação.  Porém, esse é um problema que não está acontecendo apenas no Hospital de Planaltina, mas em praticamente todos os hospitais da rede de saúde do DF. Não é de hoje que o Sindate recebe reclamações sobre a questão de transporte de pacientes, e por esse motivo acionou o Conselho Regional de Enfermagem do Distrito Federal (Coren-DF) para que se posicione a respeito.

De acordo com a diretora Josiane Jacob, existe uma Resolução do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) Nº 376/2011, que dispõe sobre a participação da equipe de Enfermagem no processo de transporte de pacientes em ambiente interno aos serviços de saúde, e em seu Art. 3º fala: “Não compete aos profissionais de Enfermagem a condução do meio (maca ou cadeira de rodas) em que o paciente está sendo transportado. Parágrafo Único. As providências relacionadas a pessoal de apoio (maqueiro) responsável pela atividade a que se refere o caput deste artigo não são de responsabilidade da Enfermagem”.

Além disso, segundo Jacob, a enfermagem não possui profissionais suficientes para atender na assistência fazendo medicações, dando banhos, atendendo nas emergências e ainda por cima fazendo o serviço de padioleiro. “Quando a gente assume esse função de padioleiro, a gente deixa o serviço desfalcado, uma vez que eu tenho que sair do meu setor e levar o paciente para fazer exames, quando isso acontece outros pacientes acabam não recebendo atendimento”, explica Jacob.

A enfermagem, em todos os hospitais está sobrecarregada, e agora cumprindo um papel que não é dela. Há muitos anos a Secretaria de Estado de Saúde (SES-DF) extinguiu o cargo de padioleiro, e enquanto isso, os técnicos em enfermagem acabaram fazendo o serviço, no entanto, essa função não compete a enfermagem, e para que o paciente possa ter uma melhora no atendimento, ele precisa de pessoal para atender, e por esse motivo o Sindate acionou o Coren-DF.

Dessa forma, o Coren-DF irá notificar a SES-DF para que resolvam a situação, pois o sindicato não irá mais permitir que os profissionais, auxiliares e técnicos em enfermagem, façam esse serviço. Diante disso, o Sindate dará um prazo de 30 dias para que a SES-DF se pronuncie, e a partir do dia 25 de julho a categoria não fará mais o trabalho de padioleiro nos hospitais da rede de saúde do DF.

Fonte: Sindate-DF

0

Comentário