Após manifestação do Sindate-DF, Secretaria de Saúde anuncia pagamento das horas extras de dezembro

Print Friendly, PDF & Email

GDF antecipou posicionamento que daria na próxima segunda-feira (5/Mai) e avisa que recurso deve ser depositado ainda nesse fim de semana

Por Kleber Karpov

Após o Sindicato dos Auxiliares e Técnicos em Enfermagem do DF (SINDATE-DF), realizar uma manifestação em frente a Secretaria de Estado de Saúde do DF (SES-DF) e uma comissão ser recebida pelo Secretario-adjunto de Gestão em Saúde do DF, Ismael Alexandrino Júnior, para cobrar o pagamento das Horas Extras em atraso desde dezembro de 2015, a Pasta que o recurso deverá creditado nessa sexta-feira (2/Mai).

Ainda na noite de quinta-feira (1/Mai) o vice-presidente do SINDATE-DF, Jorge Vianna, publicou na rede social, Facebook, um agradecimento aos servidores, de diversas categorias, que fizeram parte da comissão que participaram da reunião com Alexandrino. “Horas Extras confirmadas para Hoje! Parabéns EQUIPE! Obrigado SERVIDORES! Obrigado COMISSÃO!(SIC)”.

Comissão constituída por representantes do Sindate-DF, negociam com o secretário adjunto, Ismael Alexandrino o pagamento das Horas Extras – Foto: Reprodução Facebook

Algumas horas antes, Vianna chegou a publicar na rede, postagem em que explicava que durante a reunião com “Dr Ismael e Sra Daniela da Arins e Hugo da Sugep”, a SES-DF havia pedido prazo para segunda-feira (5/Mai), para dar um parecer sobre o pagamento das HEs. Porém, ao que tudo indica, o GDF deu mais um ‘jeitinho’ de evitar novo embate com os servidores da Saúde que fazem HEs.

“Montamos uma comissão composta por várias categorias e fomos recebidos pelo Dr Ismael e Sra Daniela da Arins e Hugo da Sugep. Após a pressão e o pedido da comissão, a SES pediu um prazo até segunda feira para dar uma resposta mais concreta sobre o pagamento das HE, bem como a possibilidade de um calendário de pagamento. Mas tudo vai depender do governo. Enquanto isso, vamos nos preparando para novas ações.”, publicou.

A promessa de pagamento acontece, também, após o depoimento emocionado de uma servidora da SES-DF, publicado por Política Distrital (PD) (29/Mai). A profissional de saúde questionou os atrasos das HEs além de conclamar os colegas que tivessem “vergonha na cara”, pelo descaso do GDF para com os servidores da Saúde do DF.

0