Estranhamente: Após Sindate confrontar GDF, sobre descontos de grevistas Conselho de Saúde entra na luta?

Print Friendly, PDF & Email

13 ações já analisadas pelo TJDFT, nos últimos dois dias, foram julgadas, em caráter liminar, procedentes e servidores começam a reverter descontos do GDF por faltas durante greve de 2016. Cerca de 200 processos devem ser analisados nos próximos dias

Por Kleber Karpov

Em novembro de 2016, o GDF realizou o primeiro desconto nos salários dos auxiliares e técnicos em Enfermagem, de cerca de 20 dias parados, por participação da greve da categoria. Quase seis meses depois, o presidente do Conselho de Saúde do DF (CSDF), Helvécio Ferreira, se manifestou publicamente, durante prestação de contas da Secretaria de Estado de Saúde do DF (SES-DF) na Câmara Legislativa do DF (CLDF)(24/Abr), para pedir que o GDF reveja os descontos dos servidores.

Na última semana, no entanto, o Sindicato dos Auxiliares e Técnicos em Enfermagem do DF (SINDATE-DF), pediu ajuda aos deputados distritais na Câmara Legislativa do DF (CLDF) e iniciou um mutirão para impetrar ações judiciais, sem ônus aos servidores e ao Sindicato, para pedir, na Justiça a devolução dos valores descontados e a possibilidade de repor as faltas cumprindo escalas extras de trabalho.

 

Estranhamente

A manifestação de Helvécio Ferreira acontece após o escritório Martins Leão Advogados ganhar as 13 ações analisadas pelo Judiciário, de um total de aproximadamente 200 ações já impetradas. Além da manifestação do vice-presidente do SINDATE-DF, Jorge Vianna, apontar, aos deputados distritais (19/Abr), o tratamento discriminatório por parte do governador do DF, o socialista, Rodrigo Rollemberg (PSB), para com os auxiliares e técnicos em enfermagem.

Isso porque Rollemberg mandou descontar os dias parados dos auxiliares e técnicos em enfermagem, durante a greve de 2016, sob argumento de cumprir determinação do Superior Tribunal Federal (STF). Porém, o governador negociou com os professores a reposição de 22 dias em que a categoria da Educação permaneceu na greve realizada nos meses de março e abril.

Vale observar que, informações obtidas por Política Distrital (PD), após a queixa na CLDF e com o reconhecimento da Justiça, mesmo em caráter liminar, do direito dos servidores, o GDF, inesperadamente, resolveu receber o SINDATE-DF, na próxima quinta-feira (27/Abr), para tratar da reivindicação de revisão da atitude do Executivo.

Bem na fita…

Na última semana, fonte de PD, que pede para não ser identificada, informou ao blog que um acordo estava sendo costurado para “Helvécio ficar bem na fita”. Segundo o informante, um acordo estava sendo ‘costurado’ entre o presidente do CSDF e o secretário de Saúde, Humberto Lucena Pereira da Fonseca, juntamente com Rollemberg para que, “a partir de pedido de Helvécio Ferreira, que Rollemberg faria um acordo e restituiria os valores descontados.”, disse.

Mas…

Na avaliação do presidente do Sindicato dos Auxiliares e Técnicos em Enfermagem do DF (SINDATE-DF), João Cardoso, o presidente do CSDF, “apenas demorou demais a se manifestar publicamente”. O sindicalista informou ao PD, que colocou o tema em pauta no Conselho, em janeiro e, embora Helvécio Ferreira, “tenha atuado nos bastidores a demora da manifestação pública, abre margem a interpretações.”, disse.

A outra parte

PD entrou em contato com Helvécio Ferreira por meio do Whatsapp, porém, embora o aplicativo tenha registrado a visualização da mensagem, até o momento da publicação da matéria, o blog não obteve nenhum retorno.

A SES-DF, por meio da Assessoria de Comunicação (ASCOM) se limitou a mencionar que “A eventual condução dessa negociação será feita pelas áreas políticas do GDF e não pela Secretaria de Saúde.”.

O GDF, por sua vez, após a publicação da matéria, contatou PD e, por meio da ASCOM, refutou tal afirmação. “O governo desconhece essa situação.”.

Erramos
Política Distrital mencionou que o GDF chamou o SINDATE-DF para uma reunião, na próxima semana, quando o correto é na próxima quinta-feira (27/Abr).

Atualização: 25/4/17 às 21h17 

0

Kleber Karpov

@KleberKarpov Jornalista (MTB 10379-DF) Perfil Acadêmico e Profissional Pós-Graduando em Auditoria em Serviços de Saúde (ICESP-DF) Graduado em Jornalismo (ICESP-DF); Ciências Políticas (Veduca/USP); Consultor em Tecnologia da Informação; Consultor em Marketing Político; Coordenador de Campanhas políticas ou institucionais; ex-Assessor Parlamentar na Câmara Federal; Vice-Presidente da Associação Brasiliense de Blogueiros de Política (ABBP); Projetos Pessoais e Sociais: Criador do projeto www.queromeucarrodevolta.com.br (2012), para vítimas de roubos e furtos de veículos; Editor e Apresentador do telejornal Quero Meu Carro de Volta Apresentador do Panorama Político (Rádio Federal) Envie sua sugestão de pauta: Whatsapp: (61) 99606-2984 E-Mail: karpovls@gmail.com

Você pode gostar...

Comentário

1 Resultado

  1. 6 de junho de 2017

    […] Porém, em um áudio publicado no aplicativo Whatsapp, o presidente do CSDF, sugere que não intermediou antes tal negociação por estar em processo de negociação do SINDATE-DF junto a Casa Civil do DF, o que segundo Vianna, só ocorreu no final de Abril, após terem acionado a CLDF, caso esse coberto por Política Distrital (PD)(25/Abr). […]