Médico bolsonarista é preso no Egito após assediar mulher; veja vídeo

Victor Sorrentino assediou atendente que tentava lhe vender papiro

506
Print Friendly, PDF & Email

Por Guilherme Amado

O médico bolsonarista Victor Sorrentino foi preso neste domingo no Egito após publicar um vídeo em uma rede social em que assedia uma egípcia que estava tentando lhe vender papiro, material parecido com papel. A prisão foi noticiada pela Al Jazeera.

No vídeo, o médico pergunta à mulher: “Elas gostam é do bem duro. Comprido também fica legal, né?”. Sem entender do que se tratava, a atendente sorri.

Publicidade

Sorrentino tem quase 1 milhão de seguidores. Embora seja médico, é negacionista da ciência e defensor do tratamento precoce contra a Covid-19. A mulher de Sorrentino saiu em defesa do marido em uma rede social, afirmando que as pessoas veem “maldade em absolutamente tudo”.

“O mundo está cada vez mais complexo, as pessoas vendo maldade em absolutamente tudo, mas nossa vida sempre se volta à simplicidade, ao olhar tudo pelo lado positivo e tentar não julgar”, escreveu Kamila Monteiro.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Guilherme Amado (@guilhermeamado)

FONTEMetrópoles
Artigo anteriorICDF chega na marca dos 300 transplantes de coração
Próximo artigoPessoas com deficiência começam a ser vacinadas na semana que vem