Colar de girassol vai ajudar na identificação de deficiências ocultas

Projeto de Robério Negreiros beneficia, por exemplo, pessoas com autismo, Transtorno de Déficit de Atenção (TDA), transtornos ligados à demência, Doença de Crohn, colite ulcerosa, bem como aqueles que sofrem de fobias extremas

58


Print Friendly, PDF & Email

Com o intuito de conscientizar, cada vez mais, servidores públicos e funcionários de estabelecimentos privados sobre as necessidades específicas de pessoas com deficiências ocultas, o deputado Robério Negreiros (PSD) apresentou o projeto de lei nº 803/2019, que institui, no âmbito do Distrito Federal, o uso do Colar de Girassol, como instrumento auxiliar para identificá-los. O PL foi aprovado nesta quarta-feira (9) pela Câmara Legislativa.

A proposta beneficia, por exemplo, pessoas com autismo, Transtorno de Déficit de Atenção (TDA), transtornos ligados à demência, Doença de Crohn, colite ulcerosa, bem como aqueles que sofrem de fobias extremas. O autor da matéria observa que muitos “têm dificuldade de se manter por muito tempo em determinados locais, gerando tensão e nervosismo aos mesmos e seus familiares”.