Incêndio no Hospital Federal de Bonsucesso (RJ) deixa ao menos três mortos, dentre essas, uma radiologista

Profissional de saúde estava internada em CTI diagnosticada com Covid-19

113
Print Friendly, PDF & Email

Por Kleber Karpov

Três pessoas morreram, vítimas de incêndio que atingiu, na manhã de terça-feira (27/Out), o Hospital Federal de Bonsucesso (HFB). Dois dos óbitos foram anunciados pela assessoria do HFB, durante o dia, de pacientes de Covid-19. A terceira, de um homem, 39 anos, se em estado delicado de saúde antes do incidente que ocorreu por volta das 22 horas.

Dentre as pessoas mortas está a radiologista, Núbia Rodrigues, de 42 anos, que atuava em outra unidade de saúde. A profissional de saúde estava internada, juntamente com uma idosa 83 anos, com uma infecção pulmonar. Ambas internadas no Centro de Terapia Intensiva (CTI), diagnosticadas com coronavírus (Covid-19), vieram a óbito durante o dia.

Publicidade

De acordo com nota, divulgada pela assessoria do HFB no início da tarde, o fogo começou no subsolo do prédio chamado de Prédio 1 e os pacientes foram transferidos para um segundo, o Prédio 2.

“A direção do Hospital Federal de Bonsucesso informa que, até a chegada do Corpo de Bombeiros, a brigada de incêndio da unidade removeu 162 pacientes do Prédio 1 para o Prédio 2. O HFB esclarece ainda que 76 pacientes foram transferidos para outras unidades de saúde. Duas pacientes, que estavam em estado grave, no CTI, vieram a óbito”, diz a nota.

A prefeitura do Rio de Janeiro disponibilizou sua rede de hospitais municipais, que receberam, até o fim da tarde, 24 pacientes. O inquérito para apurar as circunstâncias do incêndio foi aberto pela Polícia Federal, que enviou ao local uma equipe de policiais, incluindo peritos criminais.

 

Artigo anteriorCovid-19: Brasil tem 157,9 mil mortes e 5,43 milhões de casos
Próximo artigoSUS tem reforço de mais de 11 mil ventiladores pulmonares