Bancada federal do DF, no Congresso Nacional, pressiona CLDF para instaurar CPI da Pandemia

Bancada Federal lembra ainda que GDF recebe recursos provenientes do governo federal, para lidar com pandemia e cobra transparência por parte do governo

72
Print Friendly, PDF & Email

Kleber Karpov

A Câmara Legislativa do DF (CLDF), recebeu na noite desta quarta-feira (26/Ago), membros da Comissão Especial para Acompanhar os Gastos com Ações de Combate ao Coronavírus no DF (Comissão Especial do Covid), composta pelos senadores Izalci Lucas (PSDB), Leila Barros (PSB), além das deputadas federais Paula Belmonte (Cidadania) e Erika Kokay (PT). Os parlamentares, que compõem membros da Bancada do DF, no Congresso Nacional, entregaram uma carta, ao presidente d CLDF, Rafael Prudente (MDB) com pedido de instauração da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia.

O encontro ocorreu, após a deflagração da segunda fase da operação ‘Falso Negativo’, por parte do Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT) que investiga uso de recursos públicos, destinados combate pandemia do coronavírus (Covid-19) e levou a prisão, preventiva, do secretário de Estado de Saúde do DF (SES-DF), Francisco Araújo, além de outros sete gestores da SES-DF, e envolve ainda outros investigados em oito estados, além do DF.

Izalci Lucas criticou a falta de transparência, por parte da SES-DF além de  lembrar a injeção de recursos provenientes do governo federal e da bancada do DF, no Congresso Nacional, na Saúde pública do DF. Segundo o senador, os repasses somam os montantes de R$ 640 milhões e de R$ 190 respectivamente para o DF. Além de outros R$ 56 milhões, provenientes de emendas individuais.

Recebidos pelo deputado distrital, Rodrigo Delmasso (REPUBLICANOS), ainda com a presença dos colegas, Leandro Grass (REDE), autor do requerimento da CPI da Pandemia, Reginaldo Veras (PDT) e Arlete Sampaio (PT), Julia Lucy (NOVO) e Fábio Felix (PSOL).

Na ocasião do encontro, Delmasso observou que atos de corrupção acontecem em diversos estados brasileiros e sugeriu a Izalci Lucas, a instalação de uma CPI, no âmbito do Congresso Nacional.  O vice-presidente da CLDF observou ainda que a Casa deve levar a pauta da CPI da Pandemia a reunião do colégio de líderes, a ser realizada na quinta-feira (27).

Acompanhe a reunião:

CPI da Pandemia

Após a ação do MPDFT, dar andamento a segunda fase da operação ‘Falso Negativo’, o requerimento da (CPI) da Pandemia, inicialmente assinada por apenas oito deputados, e considerada inviável, por haver outros dois requerimentos a serem instaurados, já conta com um total de 12, das 13 assinaturas necessárias para garantir a instalação de uma terceira CPI na CLDF.

Além de Leandro Grass, autor do requerimento de pedido de instauração da CPI assinam, também, os deputados: Arlete Sampaio (PT), Chico Vigilante (PT), Daniel Donizet (PL), Eduardo Pedrosa (PTC), Fabio Felix (PSOL), João Cardoso (AVANTE), Jorge Vianna (PODEMOS), Julia Lucy (NOVO), Reginaldo Sardinha (AVANTE), Reginaldo Veras (PDT), Roosevelt Vilela (PSB).