Saúde compra 183 câmaras frias para armazenar vacinas

Equipamentos possuem controle de temperatura e bateria recarregável que permite 36 horas de autonomia

50
Print Friendly, PDF & Email

Agência Brasília *

A Rede de Frio do Distrito Federal recebeu 183 câmaras científicas para armazenamento de imunobiológicos. Os equipamentos, que são mais modernos que as habituais geladeiras, foram comprados pela Secretaria de Saúde e entregues para as 129 salas de vacinas das regiões de Saúde do DF.

Além de possuir maior capacidade de armazenamento, as câmaras frias possuem sistema de alarme visual e sonoro, que auxilia no controle das temperaturas, e sinaliza quando a porta está aberta. Caso haja falta de energia, as baterias reservas mantêm o funcionamento por até 36 horas.

A chefe do Núcleo de Rede de Frio, Tereza Luiza Pereira, explica como o equipamento garante um armazenamento adequado das vacinas. “As câmaras científicas de vacinas, diferentes das geladeiras domésticas, possuem sistema de circulação forçado de ar interno, garantindo uma maior homogeneidade na temperatura interna do equipamento”.

Até momento, 132 câmaras já entraram em operação e outra 51 estão sendo validadas. A expectativa é que até a próxima sexta-feira (26) todos os equipamentos estejam em pleno funcionamento.

867.555
quantidade de vacinas administradas na atual campanha

O Distrito Federal está em sua última semana da campanha de vacinação contra a gripe e as doses estarão disponíveis até o dia 30 de junho em todas as salas de vacinas e postos da rede. A vacina previne contra três tipos do vírus influenza: A (H1N1), A (H3N2) e B.

Até o último levantamento, 867.555 doses da vacina já tinham sido administradas. O número corresponde a 92,4% de cobertura vacinal no Distrito Federal.

Apesar do bom percentual, a campanha ainda não atingiu a meta de imunização para os grupos prioritários de crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes e puérperas (mulheres com até 45 dias depois do parto).

A Secretaria de Saúde continua convocando as pessoas desses grupos para que procurem uma sala de vacinação.

Fonte: Agência Brasília