Paco quer segunda via gratuita de documentos para população do DF

73


Print Friendly, PDF & Email

Proposta é que moradores que procurem ações sociais do governo possam receber documentos sem custos

Por Lívio Di Araújo 

Durante toda a manhã deste sábado (15/02), a população do Riacho Fundo participou do programa Sejus mais Perto do Cidadão, e pode contar com vários serviços oferecidos pelo Governo do Distrito Federal em um só lugar. O vice-governador Paco Britto esteve no evento e pediu ajuda da Câmara Legislativa do DF para que a segunda via de documentos sejam oferecidos sem custos para a população durante as ações sociais. Atualmente, o cidadão paga R$ 42 para tirar a segunda via da Carteira de Identidade, por exemplo.

O evento começou às 9h, na Administração Regional da cidade e, logo cedo, já contava com a presença maciça dos moradores da região. Assim que chegou, Paco  percorreu todas as tendas montadas que ofereciam serviços gratuitos para a população. “Peço ao deputado Rodrigo Delmasso que nos ajude na Câmara Legislativa para aprovarmos este projeto e garantir a gratuidade da segunda via de documentos para as pessoas durante eventos como este. Para muitos, desembolsar 42 reais faz falta”, disse. O parlamentar – também presente no evento – prometeu, diante da população, que logo após o Carnaval levará a proposta para os colegas distritais.

Paco respondeu, uma a uma, as dúvidas da população sobre as ações do GDF no Riacho Fundo. Lembrou que o viaduto da cidade entrará em fase de licitação e que a Avenida Sucupira está sendo totalmente recapeada. “Todas estas ações demonstram que a cidade agora tem governo. E um governo que está fazendo pelas pessoas”, enfatizou. O vice-governador também respondeu dúvidas de muitas mães sobre os cartões creche e material escolar entregues pelo governo. “Reformamos as escolas do Riacho Fundo, entregamos 5 mil cartões creche e as crianças ainda puderam contar, pela primeira vez, com o cartão material escolar, que garantiu o início das aulas com dignidade para as família de todo o Distrito Federal”, explicou.

Questionado por um grupo de aprovados no concurso de 2014 para o cargo de Técnico penitenciário, Paco fez questão de explicar que os concursados serão nomeados. “Temos que fazer as coisas com responsabilidade, mas temos uma recomendação do Ministério Público do DF para essas contratações”, afirmou. Atualmente, mais de 1.000 aprovados esperam a nomeação.

Publicidade

Mais ações

O secretário de Justiça e Cidadania, Gustavo Rocha, também guardou anúncio para o evento. “Começamos no ano passado e chegamos à décima primeira edição do programa que acontece uma vez por mês. Porém, vamos passar a levar o Sejus mais Perto o Cidadão à duas cidades diferentes por mês, a partir de março”, disse. Rocha lembrou que os serviços oferecidos na ação são importantes para a população que, muitas vezes, não consegue resolver todas as pendências durante os dias da semana devido ao trabalho e outros compromissos. “É um evento pensado para a população e vamos rodar o Distrito Federal inteiro”, garantiu o secretário.

Até as 17h, os moradores do Riacho Fundo contavam com um posto do Na Hora, atendimento do Procon, serviços de saúde como aferição de glicemia e pressão arterial, corte de cabelo, e outras ofertas. A administradora da cidade, Ana Lucia Melo, afirmou que “a cidade está sendo muito bem atendida pelo Governo Ibaneis”. “A palavra é gratidão”, disse.

A garotada se divertiu com a tenda da Agência Reguladora de águas, Energia e Saneamento do Distrito Federal (Adasa) que levou uma piscina cheia de “lixo” para que eles pudessem, brincando, recolher e separar o “lixo” aprendendo sobre ações que ajudam o meio ambiente. “Eu já ajudo a separar na minha casa o lixo orgânico do lixo seco”, garantiu a menina Jéssica Silva que, juntamente com outras crianças, separava o que era medicamento vencido do lixo eletrônico e material reciclável. “Levamos esta brincadeira e palestras para escolas do DF para ensinar o uso racional da água e a destinação certa dos resíduos”, explicou a palestrante Núbia Maia. Segundo ela, mais de 70 escolas já solicitaram o programa Adasa na Escola e outras 100 aguardam a data marcada para educar seus estudantes.

Outro ponto bastante disputado no evento foi a sala da vacinação que oferecia vacinas contra o sarampo e HPV para a comunidade. Centenas de pais levaram as carteiras de vacinação dos filhos e conseguiram imunizar crianças e jovens. A Cecília Dias foi acompanhando o pai Leandro e saiu de lá vacinada. Neste sábado, todo o país se mobilizou para o Dia D da Campanha Nacional de vacinação contra o Sarampo. A Secretaria de Saúde estava preparada para imunizar crianças e jovens entre 5 e 19 anos contra a doença.

Erismar Cardoso perseverou na fila para conseguir uma consulta oftalmológica durante o evento. E saiu feliz por ter conseguido. “Estou desempregado e conseguir uma consulta assim, de graça, próximo de casa, é excelente”, comemorou. Com a receita nas mão, ainda sobrou tempo para Erismar aproveitar diversos outros serviços oferecidos durante o Sejus mais Perto do Cidadão.

Fonte: Agência Brasília