Pesquisa aponta: Popularidade de Rollemberg despenca ladeira abaixo

160
Print Friendly, PDF & Email

Saúde pública é apontada como o maior problema dessa gestão

Pesquisa realizada pelo Instituto Paraná Pesquisas no Distrito Federal sobre o governo de Rodrigo Rollemberg mostra que os brasilienses não estão satisfeitos com a gestão e a maioria esperava mais do governador.

A porção da população que aprova a administração de Rollemberg é de 27,5%, contra 68,5% que desaprova e 4,0% que não quiseram opinar. Se forem comparados os resultados com os obtidos no ano passado, o índice de reprovação subiu em maio de 2015, 46,6% desaprovavam, nos números de abril de 2016, 68,5% desaprovam.

Publicidade

Quando os brasilienses foram questionados como está a atuação do governador em relação a expectativa que se tinha de sua administração, a maioria respondeu pior 51,4%, melhor 9,2%, igual 36,3% e não sabe 3,1%.

Os entrevistados falaram que a saúde é o maior problema enfrentado no Distrito Federal 62,2%, em segundo lugar vem a segurança pública 14,7%, estão empatadas corrupção e educação com 4,6%, desemprego com 3,4%, transporte coletivo com 2,4%, drogas com 1,7% e apenas 0,5% disseram não haver problemas.

Em uma escala de zero a dez, nenhuma área recebeu nota máxima, nem nota mediana. Para educação pública a nota foi 3,9; transporte coletivo 3,7; ação social 3,5; manutenção de ruas e calçadas 3,5; austeridade no trato do dinheiro público 3,4; segurança pública 3,3 e em último lugar ficou a saúde pública com 1,8.

Quando a questão foi que áreas Rollemberg tem priorizado em sua gestão, a maioria disse nenhuma 23,6%, depois vieram, regularização fundiária 14,7%, segurança pública 14,0%, manutenção de ruas e calçadas 9,1%, transporte coletivo 8,5%, saúde 6,1%, educação 5,7%, área social/creches 4,0% e combate a corrupção 2,2%.

Sobre a preferência da população entre os ex-governadores do DF, em primeiro lugar aparece Joaquim Roriz 32,7%, em segundo lugar vem José Roberto Arruda 25,7%, seguido de Cristovam Buarque 18,6%. Rodrigo Rollemberg aparece em 4º lugar com 4,3% da preferência, seguido de Agnelo Queiroz 3,5%, Rogério Rosso 1,2%, Maria de Lourdes Abadia 1,1% e por último Paulo Octávio com 0,6%.

A pesquisa foi feita com 1,281 eleitores maiores de 16 anos, entre os dias 01 e 03 de abril de 2016.

Fonte: Diário do Poder

Artigo anteriorAprovado projeto que cria jornada especial de trabalho para pais de filhos com deficiências
Próximo artigoRicardo Vale protocola Projeto que impede, definitivamente, GDF de contratar Organizações Sociais