Curso debate Iniciativa Hospital Amigo da Criança

33
Print Friendly, PDF & Email

Treinamento reúne colaboradores da Unidade Materno-Infantil da instituição

Nos dias 11 e 12 de novembro, cerca de 70 colaboradores da Unidade Materno-Infantil do Hospital Universitário de Brasília (HUB-UnB) participaram do curso de capacitação da Iniciativa Hospital Amigo da Criança (IHAC). O objetivo é preparar toda a equipe do setor para orientar as gestantes que chegam ao hospital com relação à amamentação, desde o pré-natal até o cuidado que ela deve ter em casa, seguindo os dez passos para o sucesso no aleitamento materno.

O treinamento reuniu teoria e prática em busca do alinhamento de condutas para garantir a humanização da assistência. “O apoio à gestante que vai amamentar começa no pré-natal, então é importante que o profissional já comece a identificar a mulher que possa ter alguma dificuldade e toda a equipe pode atuar nisso”, explica a médica do Banco de Leite, Rita de Fátima Pinto.

O curso, com carga horária de 20 horas, contou com a participação de médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais e psicólogos, que fazem parte da equipe multidisciplinar do setor. A atividade foi realizada pela Unidade Materno-Infantil do HUB, com apoio da Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF).

Histórico
A Iniciativa Hospital Amigo da Criança foi idealizada em 1990 pela Organização Mundial de Saúde e pelo UNICEF. Foram estabelecidos dez passos para promover, proteger e apoiar o aleitamento materno.

No mesmo ano, o Brasil foi um dos 12 países escolhidos para dar partida à IHAC ao assinar a Declaração de Innocenti durante um encontro na Itália, se comprometendo a seguir as dez metas estabelecidas. Em 1999, o HUB recebeu o título de Hospital Amigo da Criança.

No treinamento realizado pela instituição, foi discutido, detalhadamente, cada um desses passos. “São mais informação que vou poder repassar para as nossas pacientes, vai ser muito mais fácil trabalhar isso com elas”, afirma a técnica em enfermagem do Banco de Leite do HUB, Sílvia Diniz.  “Vamos estar muito mais atentos para a questão da amamentação, nosso trabalho vai ser bem diferente e contribuiremos mais”, garante a fisioterapeuta da Unidade Materno-Infantil, Vanessa Brasil.

Fonte: Ascom HuB