TCDF deve apreciar, na quinta (22), contas do GDF

37
Print Friendly, PDF & Email

Tribunal condensa fontes de dados da CLDF, SIAFI, SIGGO além de dados fornecidos pelo governo para analisar contas de Rollemberg

Por Kleber Karpov

O  Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF) deve realizar uma sessão especial, na tarde de quinta-feira (22/Nov), para apreciar as contas do penúltimo ano de gestão do governador do DF, Rodrigo Rollemberg (PDB). Entre os objetos de análises do TCDF estão a execução do orçamento e dos programas de governo, relativos ao exercício de 2017, no dia 22 de novembro, às 14h, no plenário.

O TCDF deve se basear em informações encaminhadas pelo Executivo à Câmara Legislativa do DF (CLDF), nas prestações de contas e, em documentos de unidades que compõem ao GDF. Materiais esses, previamente, avaliados pela Secretaria de Macroavaliação da Gestão Pública do Tribunal, sob supervisão do relator, o conselheiro, Marcio Michel.

De acordo com o TCDF, a equipe técnica utiliza, ainda, dados obtidos diretamente no Sistema Integrado de Gestão Governamental (SIGGO) e no Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal (SIAFI).

Publicidade

Informações essas, analisadas em conjunto com vários processos e procedimentos de fiscalização realizados pelo TCDF, como as auditorias no Pró-DF e no Programa de Transporte Urbano do DF e a inspeção nas instalações físicas das escolas da Rede Pública de Ensino.

O Relatório Analítico e Projeto de Parecer Prévio (RAPP) relativo às contas de 2017 também apresenta a avaliação do patrimônio do GDF, das demonstrações contábeis e das gestões fiscal, orçamentária e financeira, a exemplo das despesas com pessoal e com licitações, dos gastos com publicidade e propaganda, além dos resultados por área de governo.

Com informações de TCDF

0

Comentário