Sucateamento de ambulâncias do SAMU sobrecarrega e reduz frota do Corpo de Bombeiros?

403
Print Friendly, PDF & Email

SES-DF nega existência de veículos danificados enquanto Corpo de Bombeiros, por sua vez, deixa de dar retorno às informações solicitadas

Por Kleber Karpov

Na sexta-feira (22/Fev), Política Distrital (PD) recebeu denúncia de um militar do Corpo de Bombeiros do DF (CBMDF) sobre a sobrecarga e o sucateamento das ambulâncias da corporação. Sob sigilo de identidade, o militar afirmou que em detrimento da falta de viaturas no Serviço de Atendimento Médico de Urgência do DF (SAMU-DF), a Secretaria de Estado de Saúde do DF (SES-DF) tem direcionado os atendimentos do SAMU-DF ao CBMDF.

“A secretaria de Saúde está direcionando os atendimentos de urgência e emergência para o Corpo de Bombeiros.”, disse ao afirmar que o SAMU-DF está com falta de viaturas para atender a demanda de toda rede.

Falta de manutenção

Publicidade

Ainda de acordo com o militar, essa sobrecarga acaba por impactar também na frota do CBMDF, atualmente, sem contrato de manutenção. “Hoje nós temos entre 12 e 14 viaturas paradas no centro de manutenção dos Bombeiros, por falta de manutenção”, afirmou o bombeiro.

O que diz a SES?

PD questionou à SES-DF sobre a quantidade de viaturas paradas em decorrência de falta de manutenção. A pasta alegou que “as viaturas que estão paradas são aquelas que estão sendo patrimoniadas e equipadas para substituição da frota mais antiga.”. Tal afirmação está relacionada as 23 ambulâncias, adquiridas há cerca de 60 dias, quatro, doadas pelo Ministério da Saúde (MS) e 16 compradas, com recursos provenientes de emendas parlamentares.

A SES-DF, informou que o SAMU-DF dispõe de “30 unidades de suporte básico (USB), 7 Unidades de suporte avançado e regula 5 unidades do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal.”.

Ainda de acordo com a Secretaria, a pasta também dispõe de “reserva técnica para substituição das viaturas que estão em manutenção e que nenhuma USB fica desativada por mais de um dia.”.

Mas…

PD também conversou com alguns profissionais do SAMU-DF sobre as condições das ambulâncias do SAMU e esses são categóricos em confirmar o problema. “Há sim, várias viaturas com problemas, assim como tem viaturas rodando sem a menor condição. Tem muitas viaturas rodando, por exemplo, com os pneus carecas.”, disse.

E os bombeiros?

Quanto ao CBMDF, ao ser contado, estranhamente a Assessoria de Comunicação solicitou o envio de identificação do jornalista e do veículo (22/Fev). O pedido causou estranheza pois, tais informações foram encaminhadas, na ocasião da solicitação dos esclarecimentos para a matéria.

PD esclareceu tal fato, porém, até o momento da publicação da matéria, o Corpo de Bombeiros não deu retorno aos questionamentos.

 

1

Comentário