Na Saúde do DF faltam servidores, leitos de UTI, capotes, reagentes, mas a cervejaria está garantida

Print Friendly, PDF & Email

 “Já pensou a Souza Cruz patrocinando o dia antitabagismo?”. Embora não conste em divulgação oficial, AMBEV recebe agradecimento por apoiar CPRDAY.

Por Kleber Karpov

A Secretaria de Estado de Saúde do DF (SES-DF) realizou no domingo (2/Set) o CPRDAY, Dia da Reanimação Cardiopulmonar, em Águas Claras. O evento, que não perde o mérito dado à relevância social, mas foi alvo de uma série de críticas e questionamentos. Nas redes sociais e grupos de mensagens instantâneas, os servidores fizeram alguns questionamentos.

Por que Águas Claras?

Águas Claras é uma das regiões administrativas mais ricas do DF, com uma População de 148.940 pessoas, desses, 78.828 mulheres e 70.112 homens. Cidade em que se percebe uma quase total ausência do estado no que tange à Saúde, não por omissão do estado, mas por indícios da falta de necessidade uma vez que apenas 427 pessoas revelam terem escolhido a cidade devido a facilidade de acesso aos serviços de saúde.

Com predominância da classe média alta, a renda domiciliar média é de R$ 9.404,43 e a per capita é de R$ 3.391,07. Talvez por reflexo dos 51,08% dos moradores cursam ou concluíram formação superior, de acordo com dados da Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios realizada pela Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan) de 2016. Dados esses que devem trazer mais questionamentos à primeira pergunta, ou corroborar com a conclusão de quem a formulou au sugerir o distanciamento da assessoria do secretário de Saúde, em relação ao contato com o povo..

“1) Por que escolheram realizar um evento desse porte em uma localidade tão elitizada como Águas Claras, tendo bem próximo dali, o Taguaparque, que recebe, nos fins de semana, milhares de pessoas de todas as regiões administrativas do DF? Sera que a assessoria do secretário de saude, que estava presente, preferiu evitar o contato com o povo, verdadeiro usuário do SUS? (SIC)”.

Mas indignados outras perguntas e colocações chegaram ao blog.

“Qual a relevância de um evento como esse, em Aguas Claras? Pq não no Sol Nascente? Na estrutural? No itapoa? La sim, seria bem aproveitado, pois, o SAMU demora tanto a chegar que, esses conhecimentos podem salvar uma vida!”

Folgas Dobradas?

Outro questionamento dos profissionais da Saúde, mais voltado aos profissionais de saúde está relacionado diretamente à concessão de folgas dobradas aos servidores que participaram da ação no domingo. Vale lembrar que o secretário de Saúde, Humberto Fonseca, por pouco comprometeu a Campanha Nacional de Multivacinação no DF, ao insistir que o procedimento que aconteceu ao longo dos últimos 30 anos, a compensação com folga dobrada, aos servidores que participam das campanhas de vacinação aos sábados.

Problema esse que só foi resolvido após os servidores ameaçarem não participar da campanha, o Sindicato dos Auxiliares e Técnicos em Enfermagem do DF (Sindate-DF) pressionar e mostrar a possibilidade legal e o governador do DF, Rodrigo Rollemberg (PSB), editar decreto, as pressas, para viabilizar o pagamento aos profissionais de Saúde. Isso com o ônus aos trabalhadores de serem rebaixados à escória da humanidade na imprensa. Mas, para o CPRDAY, tudo OK.

“2) Todos sabemos que, a SES DF esta com um passivo absurdo de horas extras a pagar, aos servidores (atrasados desde maio/2016) e que, as escalas do SAMU tem grandes dificuldades para fechamento devido à resistencia dos profissionais em continuar fazendo horas extras. No entanto, para realizar esse evento “educativo” e elitizado, a SES autorizou FOLGAS COMPENSATÓRIAS EM DOBRO (a mesma que eles queriam negar na importante campanha de vacinação ). Quais os interesses na realização desse evento tão restrito, em detrimento de um serviço essencial como o SAMU? Como vão fechar as escalas, se nao tem servidor p hora extra e ainda tem que dar as folgas???(SIC)”

Patrocínio

Mas o grande questionamento não foi realizado abertamente nas redes sociais, talvez por receio de perseguições, por parte de gestores da SES-DF. Afinal, denúncias dão conta que desde a saída do ex-secretário de Saúde, Fábio Gondim, nova perseguidora, insurgiu na cúpula da Secretaria e está promovendo uma ‘caça as bruxas’, ou melhor, a servidores.

Porém, voltando aos questionamentos, Política Distrital, recebeu alguns sobre a participação da multinacional AMBEV, em evento relacionado à Saúde Pública do DF.

“Além de ser um evento elitista, para uma comunidade que, mais de 85% tem saude privada, ainda tiveram o patrocínio da AMBEV, num evento voltado p crianças,  principalmente!  O que eles doaram? Cerveja???”

Nesse caso chama atenção que na divulgação oficial por parte da SES-DF, a Empresa, não aparece entre as patrocinadoras do CPRDAY, em que figurou apenas o apoio da MusicFlex.

b5048978-5685-44ae-8987-1a3770dff7ca

“Dia de Responsa”

Aliás, em se tratando da AMBEV, aparentemente, não é o primeiro suposto caso de patrocínio por parte da Empresa à SES-DF. Em 15 de setembro, Política Distrital recebeu questionamento sobre a parceria da Secretaria, que sequer chegou a apurar dado o parecer anterior da Secretaria de Saúde.

Mas, antes desse evento, Política Distrital, havia recebido outro questionamento (27/Jul). Na ocasião, foi cogitado a participação da Multinacional em relação à parceria com SES-DF, durante as Olimpíadas 2016, realizadas no DF.

O blog chegou a encaminhar questionamentos sobre a efetividade de tal parceria e as contrapartidas tanto por parte da Secretaria quanto da AMBEV, porém, a SES-DF negou qualquer relacionamento entre a Pasta e a Multinacional.

CPRDAY

Voltando ao CPRDAY, Política Distrital, tentou apurar com a SES-DF o assunto. Isso após receber um print de agradecimento por parte de médico do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU), originado em um grupo de pessoas que organizaram o evento. E estranhamente, embora não figurasse na divulgação oficial, o nome da AMBEV, estava entre as empresas que, supostamente, patrocinaram o evento.

Contrassenso

a953d05d-61b1-4c84-a830-ede2359bc552A participação da AMBEV em parcerias com a Secretaria de Saúde do DF, de acordo com fonte de Política Distrital, se torna “ contrassenso”, a Pasta omitir ou negar tal participação, além de estabelecer um vínculo condenado até mesmo por alguns dos profissionais que participaram da ação.  E tal negativa à imprensa, porém, de conhecimento dos servidores, fatalmente reverteu em questionamentos intrigantes por parte dos próprios trabalhadores. Nesse aspecto, alguns dos questionamentos recebidos por Política Distrital, embora pareçam cômicos, sugerem uma boa reflexão.

“É um absurdo!; É a mesma coisa que a PCDF aceitar patrocínio dos traficantes; Torçamos para que a Segurança Pública do DF não receba patrocínio do comando vermelho; A AMBEV é legalizada, mas, o álcool é responsável por boa parte das internações e mortes; Imagine um evento numa UTI, patrocinado pela funerária ‘Vai com Deus’, muito mau gosto, ne? Já pensou a Souza Cruz patrocinando o dia antitabagismo?;

O que diz a secretaria de Saúde?

Não diz!. Política Distrital, solicitou informações sobre a escolha de Águas Claras, sobre as folgas dobradas e também sobre o patrocínio da AMBEV, mas até a publicação da matéria, o blog recebeu apenas uma mensagem automática da Assessoria de Comunicação, sugerindo que a demanda será atendida em breve.

0

Kleber Karpov

@KleberKarpov Jornalista (MTB 10379-DF) Perfil Acadêmico e Profissional Pós-Graduando em Auditoria em Serviços de Saúde (ICESP-DF) Graduado em Jornalismo (ICESP-DF); Ciências Políticas (Veduca/USP); Consultor em Tecnologia da Informação; Consultor em Marketing Político; Coordenador de Campanhas políticas ou institucionais; ex-Assessor Parlamentar na Câmara Federal; Vice-Presidente da Associação Brasiliense de Blogueiros de Política (ABBP); Projetos Pessoais e Sociais: Criador do projeto www.queromeucarrodevolta.com.br (2012), para vítimas de roubos e furtos de veículos; Editor e Apresentador do telejornal Quero Meu Carro de Volta Apresentador do Panorama Político (Rádio Federal) Envie sua sugestão de pauta: Whatsapp: (61) 99606-2984 E-Mail: karpovls@gmail.com

Você pode gostar...

Comentário