“Polícia para quem precisa”: Moradores cobram qualidade na Saúde de Núcleo Bandeirante 

54
Print Friendly, PDF & Email

Após cancelarem manifestação contra a coordenadora de Saúde de Bandeirante, Candangolândia, Riacho Fundo, moradores de Bandeirante divulgam nota de repúdio e questiona presença ostensiva da PM.

O Centro de Saúde nº 02 de Núcleo Bandeirante amanheceu recheado de viaturas da Polícia Militar do DF e causou a indignação de moradores da cidade. Isso porque a Associação de Moradores e servidores das unidades de saúde da cidade pedem a saída da coordenadora geral de Saúde de Núcleo Bandeirante, a pediatra, Wilna Célia Pereira de Souza e tinham uma manifestação agendada para esta terça-feira (18/Nov).

2015111219590420151112195904-(1)

Um panfleto distribuído na comunidade chama o Conselho Regional de Saúde, Entidades Sindicais ou ligadas à Saúde e a população para uma manifestação em repúdio “a má gestão e total falta de descaso com os usuários do serviço público de saúde, por parte da atual diretora de Saúde da cidade a doutora Wilna Celia de Souza.”.

O documento lembra casos de publicações veiculadas por veículos da imprensa que colocam em xeque a gestão por parte de Wilna Célia à frente da Coordenação de Saúde de Núcleo Bandeirante bem como pesquisa que coloca a regional com o segundo maior índice de reclamações do DF: “Recentemente a má gestão e a arrogância da atual diretora levou o Centro de Saúde nº 02 do Bandeirante ao fundo do poço. Um verdadeiro caos onde a população está desamparada abandonada à própria sorte. Não por outro movo a Saúde de nossa cidade passou a virar manchetes em nociários na TV, Jornais, Blogs e redes sociais, pela péssima administração, incompetência, falcatruas, manobras e arbitrariedades comedas pela mesma. Uma pesquisa recente da ouvidoria de Brasília que recebe ligações pelo 156, apontou o Centro de Saúde nº 02 como  o segundo lugar com mais reclamações de usuários na Saúde do DF, lugar esse que já foi considerado um dos melhores de Brasília, e que agora está a beira do abandono. (SIC)”

Moradores de Núcleo Bandeirante, Riacho Fundo e Candangolândia pedem saída de coordenadora de Saúde das cidades. Foto: Reprodução
Moradores pedem saída de coordenadora de Saúde, Wilna Célia, das cidades. Foto: Reprodução
Publicidade

A mobilização que já ocorre há mais de um mês e os moradores chegaram a realizar uma reunião  com a comunidade de Núcleo Bandeirante, Riacho Fundo e Candangolândia (7/Nov), ocasião em que ratificaram a manifestação e a necessidade de maior atenção à Saúde dessas cidades e prometeram colocar mais de 500 pessoas no ato público.

Cancelamento do evento

Em nota a Associação dos Moradores de Núcleo Bandeirante publicada em grupos do Whatsapp anunciou na noite de segunda-feira (17/Nov), o cancelamento do evento. Isso porque de acordo com a publicação, o ex-administrador da Região Administrativa (RA) Candangolândia e interino de Núcleo Bandeirante e Park Way, atual deputado distrital, Roosevelt Vilela (PSB), havia se comprometido em reunião na CLDF, em negociar a saída de Wilna Célia, junto ao governador, Rodrigo Rollemberg (PSB) e ao secretário de Estado de Saúde do DF (SES-DF), Fábio Gondim.

Na dúvida

Política Distrital apurou com um dos organizadores do evento (17/Nov), que confirmou a suspensão do evento após a intervenção de Vilela. Porém,  pelo sim pelo não, servidores do Centro de Saúde, acionaram o Blog na manhã desta quarta-feira (18/Nov) para informar a presença de várias viaturas da PM no local. Segundo um servidor que prefere não ser identificado, que reclamou da presença da polícia fez uma questionou a ausência dos gestores na unidade: “Hoje não veio um chefe, apenas funcionários.”, afirmou.

Confira a nota da Associação:

❗COMUNICADO ❗

A associação de moradores do Núcleo Bandeirante, vem por meio desta, comunicar a população, que a manifestação marcada para o dia 18 de novembro de 2015, foi suspensa a pedido do Deputado Roosevelt Vilella, que se comprometeu em reunião ocorrida hoje na câmara  legislativa, em  negociar a saída da atual diretora Wilna Célia Pereira da Silva, da Regional de Saúde do Núcleo Bandeirante, com o governador Rodrigo Rollemberg e ao Secretário de Saúde Fábio Godim.

Diante deste acordo, a comunidade espera com ansiedade e presteza,  que o Deputado Roosevelt Vilella, busque uma solução para o caso.

Nota dos moradores:

!  NOTA DE REPÚDIO  !

Os moradores do Núcleo Bandeirante, se sentiram ameaçados nesta manhã do dia 18 de outubro 2015, com a presença de Políciais  Militares que cercaram o Centro de Saúde do Núcleo Bandeirante, com intuito  e finalidade de impedir a manifestação que seria serena e pacífica, a qual a comunidade solicita das autoridades governamentais a saída da atual diretora WILNA CÉLIA PEREIRA DA SILVA, da coordenação de Saúde do Núcleo Bandeirante.

Conforme tratado, o direito de manifestações populares, repousam no manto sagrado do exercício da democracia, alicerçada  no artigo 5° da Constituição Federal de 1988, com destaque para os incisos II, IV, XVI E XVII.

A população exige respeito ao livre direito de manifestação e protestos, a repressão e criminalização dos movimentos pela polícia,  caminham em contra mão do entendimento do Estado de Direito e da Democracia…

Confira o vídeo da reunião de organização da manifestação