Médica frauda escala para não trabalhar?

113
Print Friendly, PDF & Email

Novas denúncias rondam o serviço de atendimento médico no Serviço de Pronto Atendimento (SPA) do Centro de Saúde 02 (CS2) de Núcleo Bandeirante. Desta vez Política Distrital foi procurado (19/Mai), em relação a uma suposta fraude de escala, por parte da diretora da Regional de Saúde do Núcleo Bandeirante, Park Way, Candangolândia, Riacho Fundo I e II , a pediatra, Wilna Célia Pereira de Sousa.

De acordo com a fonte do Blog, que prefere não ser identificado, em manobra para descumprir uma determinação da Secretaria de Estado de Saúde do DF (SES-DF), Portaria nº 68, de 23 de abril de 2015, que estabelece aos médicos pediatras que cumpram carga horária contratual de 40 horas destinem 24, e aos médicos com 20h cumpram 12h respectivamente, em unidades de atenção hospitalar ou  nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs).

A fonte afirma que Sousa, atual coordenadora da Regional de Saúde do Núcleo Bandeirante, para não atender em ambulatório de pediatria, alterou sua nomenclatura de Médica Pediatra para Agente Comunitária de Saúde (ACS) (7/Mai), na escala do portal da Secretaria de Saúde. Ainda segundo a fonte, outra pediatra não cumpre as determinações estabelecidas pela Portaria nº 68.

wilna_quadro
Quadro de aviso não informa escala de médicos

Escalas não divulgadas

Outra afirmação é que deliberadamente a unidade não tem divulgado a escala dos médicos que deveriam ser colocadas em quadro de aviso na área de recepção dos pacientes. Para a fonte: “A Dra. Wilna não está colocando a escala porque como ela está adulterando a escala e as pessoas sabem que ela é pediatra, ela não teria como explicar a situação.”, afirmou.

Publicidade

 

 

Atendimento para o filho é frustrado por falta de pediatra
Atendimento para o filho é frustrado por falta de pediatra

Pacientes são prejudicados

A fonte explica ainda que essa atitude afeta pacientes que precisam de atendimento pediátrico pois ao deixar de cumprir as escalas os usuários são obrigados a percorrer as unidades de saúde e UPAs em busca de atendimento, e em muitas ocasiões não conseguem.

 

 

 

 

wilna_portal_transparencia
Consulta ao Portal de Transparência do GDF

Política Distrital conversou com Sousa, que confirmou ser pediatra. Questionada sobre a possível fraude na escala com a troca de cargo de Médica Pediatra, para Agente Comunitária de Sáude, a chefe do CS2 informou: “Meu cargo não tem escala. Não sei nada sobre isso. Deve ser homônimo.”. O blog pesquisou o portal de transparência do GDF, para verificar a possibilidade de haver a existência de duplicidade de nome no quadro de servidores da SES-DF, porém, consta apenas uma servidora com o nome Wilna Célia Pereira de Sousa

 

 

Alvo de outras denúncias

Sousa recentemente figurou na imprensa e denúncia também apresentada ao ao blog Política Distrital (30/Mai), em matéria intitulada Médico fora dos quadros da Secretaria de Saúde dá plantão em Centro de Saúde em substituição à colega concursado. Outro caso recente foi do CS2, que permaneceu fechado quando deveria oferecer atendimento à população.

 

7

Comentário