Sindate-DF: Mais uma vez, servidores tem folga compensatória retirada em lei

175
Print Friendly, PDF & Email

Foi sancionada na última sexta-feira (16/07) a lei nº 6.903/2021 que prevê o desmembramento e a reorganização da carreira Assistência Pública à Saúde.

Na redação aprovada pelo Governador em Exercício o deputado distrital Rafael Prudente, foi retirado o direito à folgas compensatórias dos profissionais que prestam serviço nas UPA’s, CAP’s e SAMU.

O diretor do Sindate Newton Batista, afirma que esperava um resultado diferente visto que, já era de conhecimento do deputado a necessidade das folgas: ” Esperávamos que o Governador em Exercício estivesse ao lado dos servidores, uma vez que esse projeto já passou pela Câmara Legislativa. Com emenda feita pelo deputado Jorge Vianna a pedido do Sindate, foi discutida, aprovada e no ato da sanção as folgas compensatórias foram retiradas do texto. O sindicato não vai parar por aqui, vamos procurar o Jorge para que ele interceda junto ao governador Ibaneis Rocha e esse problema seja resolvido.”

Publicidade

Servidor, continue acompanhando as ações do Sindate pelas redes sociais. (Facebook e Instagram)

Clique abaixo para ler a publicação do DODF na íntegra.

FONTESindate-DF
Artigo anteriorE agora centrão? Bolsonaro diz que deve vetar dinheiro para o fundo partidário
Próximo artigoCovid-19: Brasil tem 542,7 mil mortes e 19,3 milhões de casos