Cofen encaminhará denúncia contra Kayke Paiva por insultos no Instagram contra enfermeiros

Página que divulgou discurso de ódio já foi excluída

550
Print Friendly, PDF & Email

O Conselho Federal de Enfermagem informa que, após avaliar conteúdo encaminhado por dezenas de profissionais ofendidos, solicitará ao respectivo Conselho Regional de Medicina a abertura de processo ético disciplinar contra Kayke Paiva, que se identifica como médico e divulgou, por meio de redes sociais insultos à profissão de Enfermagem. A página onde o conteúdo foi originalmente divulgado não está mais disponível.

Os insultos proferidos por Kayke Paiva em seus “stories” é um desrespeito a 2,2 milhões de enfermeiros, técnicos e auxiliares de Enfermagem, que estão 24h ao lado dos pacientes e dedicam suas vidas à Saúde da população, em um momento de pandemia global. Revelam, ainda, desconhecimento sobre a complexidade do trabalho multiprofissional em Saúde e desprezo pela integridade do ser humano.

Até o momento, Kayke Paiva não apresentou retratação. O departamento jurídico do Cofen está avaliando a possível adoção de outras medidas contra o médico, na esfera cível e penal.

Publicidade

 

 

FONTECOFEN
Artigo anteriorDF recebeu 273 novos ventiladores pulmonares adquiridos pelo Ministério da Saúde
Próximo artigoHumberto Costa propõe comissão para acompanhar registros de vacinas