Samambaia tem 11 quadras com calçadas novas

Em 18 meses, governo investiu mais de R$ 2 milhões em 21 mil metros quadrados de novos passeios públicos pela cidade, priorizando a acessibilidade

48


Print Friendly, PDF & Email

Por Jéssica Antunes

Samambaia tem calçadas novas por todos os lados. Desde o início da atual gestão, foram investidos R$ 2.193.620,97 na reforma e construção de novos passeios públicos na cidade. Como resultado, há mais de 21 mil metros quadrados de percursos com acessibilidade em mais de dez pontos da região. Da verba aplicada para melhorar os trajetos aos mais de 230 mil habitantes, 74% foram em decorrência de emendas parlamentares.

As obras foram executadas a partir de contrato da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), que contou com reforço a partir da execução de R$ 1.6 milhão de emendas parlamentares destinadas pelo presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal, Rafael Prudente, e pelos distritais Jorge Viana e José Gomes. Para garantir a acessibilidade, foram feitas 218 rampas e instalados 278 balizadores.

Publicidade

Segundo a companhia, há passeios novinhos em 11 quadras (QR 125, QR 202, QR 107, QR 409, QR 614, QR 419, QS 619, QN 504, QN 429, QD 429 e QD 431), além do calçadão da Segunda Avenida Oeste de Samambaia, que tem 7,6 mil metros quadrados de calçadas. São dois quilômetros de passagem renovada, com 75 rampas de acessibilidade, 90 balizadores para proteção e muito mais passagem para pedestres e ciclistas.

Os trabalhos ali aconteceram de janeiro a março, com geração de dezenas de empregos. A transformação é descrita pela comunidade. Vivendo há 25 anos na cidade, a babá Raimunda da Silva, 46 anos, viu, no passado, o gramado dar lugar a uma calçada e também acompanhou a degradação com o tempo e falta de manutenção.

“Era algo horrível. Tinha buracos, rachaduras, lugares sem continuação. Quando chovia ficava impossível. Agora está maravilhoso”, conta a babá. Com a mudança, a população começou a usar mais o espaço.

“É até bonito de tanta gente, pessoas e cachorros”, diz a pedagoga Patrícia Andrade, de 38 anos. Há mais de 20 anos morando naquela região, ela valoriza investimentos como esse na cidade. “É preocupação com conforto, acessibilidade e segurança da comunidade”, entende.

“Nossa maior preocupação é construir calçadas acessíveis, mais espaçosas e de alta qualidade, garantindo a durabilidade e oferecendo a segurança que a população precisa”, esclarece o diretor-presidente da Novacap Fernando Leite.

“O GDF entende que essas ações garantem a dignidade das pessoas, porque asseguram o direito de ir e vir, principalmente no caso das crianças, idosos e pessoas com mobilidade reduzida”, completa.

O administrador de Samambaia, Gustavo Aires, reforça: “A preocupação do nosso governo com acessibilidade é muito grande”. No início da gestão, ele conta, toda a cidade foi mapeada, sempre levando em conta os locais com mais trânsito de pedestres.

“Nosso objetivo é garantir maior transitabilidade para os cidadãos com mobilidade reduzida. Muitos endereços foram contemplados e vamos continuar na busca por recursos para concluirmos toda cidade”, avisa Aires.

As obras fazem parte de um contrato da Novacap com diversas empresas terceirizadas, que são responsáveis por lotes que atendem todas as regiões administrativas. Caso sejam identificados danos, problemas ou erros nos trabalhos, a empresa solicita reparo pela garantia de contrato. O cidadão também  pode solicitar reparos em calçadas por meio da Ouvidoria do GDF,  24 horas, pelo sistema OUV-DF para registro de manifestações ou, pelo telefone 162, de segunda a sexta-feira, das 7h às 21h. Sábado, domingo e feriados das 8h às 18h.