Jorge Vianna pede ajuda para garantir atendimentos do ICDF suspensos por falta de insumos e medicamentos

Deputado lembra que cardiologia do HBDF foi “desmantelada” e centralizada no ICDF após criação do Instituto Hospital de Base

121
Print Friendly, PDF & Email

Por Kleber Karpov

Nesta terça-feira (1º/Set), o deputado distrital, Jorge Vianna (Podemos), convidou os colegas da Câmara Legislativa do DF (CLDF), além de cobrar do governo, que se garanta o atendimento à população do DF, por parte do Instituto do Coração do DF (ICDF). Vianna relatou o caso de cerca de 70 mães, sem acesso a cirurgias para os filhos, por falta de insumos e medicamentos no ICDF.

“Eu conversei com mãe e com um médico do instituto, hoje pela manhã, os quais me relataram que a cirurgia está suspensa por falta de insumos. Não importa se a secretaria de saúde está devendo ao instituto. Me importa que essas mães estão desesperadas e por um erro administrativa, ou seja lá o que for, os pacientes estão sem assistência a Saúde.”, disse Vianna.

O deputado lembrou que ao contratar o ICDF, o GDF “desmantelou”, por exemplo, o atendimento cardiológico do Hospital de Base do DF (HBDF), atualmente, sob gestão do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do DF (IGESDF).

“Fico me perguntando, nós desmantelamos os serviços do Hospital de Base, pois quando se tornou Instituto Hospital de Base foi desmantelado a cardiologia e centralizou no Instituto. Nós dependemos quase que exclusivamente do instituto de cardiologia de Brasília [ICDF] . Nós estamos na mão e lá funciona o seguinte, se tem dinheiro, recurso, fazem os procedimentos e operam. Se não tem, não faz.”, disse Vianna.

O deputado pediu apoio dos colegas distritais e apelou ao GDF para garantir que o ICDF volte a prestar assistência aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). “Não há diferença nas mortes, não existe diferença nas pessoas. Se existem entraves burocráticos, que sejam resolvidos juridicamente. Mas, envie rápido os recursos que são essenciais para salvar essas crianças.”.

Vianna observou ainda, que o ICDF conta com apenas 10 leitos destinados a realização de cirurgias eletivas, porém, a demanda reprimida necessita que o GDF conte com, ao menos, 20 para a realização de cirurgias cardíacas.

Emendas

O deputado deve destinar R$ 500 mil à Secretaria de Estado de Saúde do DF (SES-DF), para ajudar a viabilizar o atendimento à população do DF, por parte do ICDF.

Confira a manifestação