APIB lança plano de enfrentamento da Covid-19 entre indígenas

68
Print Friendly, PDF & Email

O plano Emergência Indígena de Enfrentamento a Covid-19 será lançado na segunda (29) durante evento online da Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Povos Indígenas. Ação orienta e unifica forças para o combate do novo coronavírus entre os povos originários.

A Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB) lança, no dia 29 de junho, um plano de enfrentamento da Covid-19 entre os povos indígenas. Denominado Emergência Indígena, o documento abrange orientações sobre cuidado integral e diferenciado, ações judiciais de incidência política e estratégias de comunicação e informação sobre medidas de prevenção. O objetivo do plano é levantar fundos para promover ações diretas de cooperação para o enfrentamento da Covid-19. O Emergência Indígena também colabora com a orientação de organizações indígenas e indigenistas na construção de planos de ações locais enquanto durar a pandemia e prevê ainda campanhas de pressão política para o que o Estado brasileiro cumpra seu papel.

O plano é resultado das deliberações que ocorreram na Assembleia Nacional da Resistência Indígena, realizada no início de maio. Durante o encontro, lideranças indígenas, pesquisadores e ativistas apresentaram um panorama geral a partir dos contextos locais para, então, identificar as principais demandas no combate ao novo coronavírus.

O Comitê Nacional pela Vida e Memória Indígena, também criado durante a assembleia, contabiliza atualmente (dados registrados até 25 de junho): 365 óbitos, 8.847 infectados distribuídos entre 113 povos indígenas em todas as regiões brasileiras. “Tais mortes indígenas não são apenas números, são pessoas, memórias e histórias dos povos que encontram-se sob forte ameaça”, destaca o documento. Lideranças denunciam que agentes do Governo Federal e do agronegócio figuram entre os principais vetores da chegada do vírus dentro de territórios.

Além disso, o Emergência Indígena alerta para estratégia de subnotificação para minimizar os impactos causados pela crise sanitária decorrente da pandemia: “Não há uma política de testes em massa na população no país, como em outros países, mas aposta-se no modelo de imunização de rebanho, tendo nos mais pobres e socialmente vulneráveis, e nos povos indígenas, suas principais vítimas.”

O lançamento do plano Emergência Indígena acontece na próxima segunda (29), às 14h (horário de Brasília), por meio de transmissão online nas redes da Frente Mista Parlamentar em Defesa dos Povos Indígenas. O próximo evento relacionado ao plano de enfrentamento é um festival online internacional para arrecadação de fundos que vão financiar organizações indígenas e não indígenas em ações de prevenção e atendimento aos povos afetados em todo o Brasil.

Serviço – Lançamento do Plano de Enfrentamento à Covid-19 “Emergência Indígena”

Quando: 29 de junho (segunda-feira), às 14h (horário de Brasília)

Fonte: Apib