Brasil registra primeiro caso confirmado de Coronavírus

1258


Print Friendly, PDF & Email

Internado no Albert Einstein na segunda (24), paciente retornou da Itália onde ficou entre os dias 19 e 21 desse mês, país que registrou 322 casos com 11 mortes

Por Kleber Karpov

Na terça-feira (25/Fev), o país teve o primeiro caso confirmado, preliminarmente, de infecção com o virus Coronavírus (Covid-19). O caso foi registrado em paciente de 61 anos, que esteve retornou de Lombardia, Itália (21/Fev). Internado no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo (SP), o idoso está com quadro estável, está em casa, mas deve ficar em isolamento por 14 dias, além de ser submetido a um novo teste, nesta quarta-feira (26/Fev), para confirmação do diagnóstico.

Em nota, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), informou que solicitou à companhia aérea, a lista de passageiros que estavam no mesmo voo do passageiro com resultado positivo para coronavírus. “O documento será encaminhado ao Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) para investigação de outros passageiros do voo que tiveram contato com o caso suspeito.”.

Ainda de acordo com a ANVISA, o nível de criticidade no monitoramento de voos internacionais, provenientes de países, com casos confirmados da doença, atualizado na segunda-feira (24/Fev), pela Organização Mundial de Saúde (OMS), foi aumentado.

Publicidade

Alerta

Também na segunda-feira (24/Fev), o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, alertou o mundo para a necessidade de se preparar para uma possível pandemia. “Temos que nos concentrar em conter [a epidemia], enquanto fazemos todo o possível para nos preparar para uma eventual pandemia”, disse,  ao se referir ao coronavírus, em uma conferência em Genebra.

Casos no mundo

Desde o primeiro caso registrado em Hubei, província que inclui Wuhan, na China, considerada o marco zero de coronavírus, Relatório de Situação da (OMS) apontou, na terça-feira (25/Fev), com 80.239 casos no mundo, e um total de 2.700 mortes, em 34 países.

Antes do registro no Brasil, a Organização Panamericana de Saúde (OPAS), na mesma data, confirmou a existência de 23 casos confirmados de coronavírus nas Américas. Desses, 15 nos Estados Unidos e oito no Canadá. Porém, sem nenhuma morte. Com o registro, o Brasil passa a ser o primeiro, na América Latina a ter a confirmação de caso do coronavírus.

Fonte: OMS

Descaso

O ex-secretário de Estado de Saúde do Distrito Federal, Fábio Gondim, tem se posicionado criticamente dado ao que chamou de descuido, em relação a falta de medidas preventivas em relação a possibilidade de chegada do coronavírus no Brasil. Além da realização do carnaval, que recebeu milhares de turistas de todo mundo. Posição essa, publicitada por Gondim, ao longo das últimas semanas, no microblog Twitter.

Para o ex-gestor da Saúde da capital do país, até mesmo a realização do Carnaval era algo extremamente sensível à população brasileira. “Pesquisadores renomados estimam que mesmo que o contágio caia pela metade, ainda não será possível deter o vírus. Não sei se me assusto mais com o vírus ou com o fato de que vai haver carnaval.”, disse Gondim, ao reagir a um artigo do Bloomberg que aponta possibilidade de contaminação de 2/3 da população mundial (Veja Aqui).

Cuidados

A Anvisa reforça: se você esteve nos países com casos confirmados e apresentar febre, tosse, dificuldade em respirar ou outros sintomas respiratórios, procure atendimento médico de imediato e informe ao profissional de saúde a viagem feita para o exterior.