Concessão de 40 horas aos servidores deve ampliar capacidade de atendimento na Saúde, afirma Jorge Vianna

700


Print Friendly, PDF & Email

Para distrital, concessão de 40 horas, deve impactar na redução de superlotações de prontos-socorros das unidades de saúde do DF

Por Kleber Karpov

O deputado distrital, Jorge Vianna (Podemos), utilizou a tribuna, da Câmara Legislativa do DF (CLDF), na tarde desta terça-feira (18), para questionar problemas no dimensionamento da saúde pública do DF. O parlamentar apontou a necessidade de ampliação de carga-horária, para 40 horas, aos servidores da Secretaria de Estado de Saúde do DF (SES-DF) para aumentar a capacidade de atendimento e reduzir as superlotações nas unidades de saúde.

“Existe vários processos no SEI [Sistema Eletrônico de Informações] de solicitações de ampliação de carga horária para os trabalhadores, especificamente, de Taguatinga. Eles já pediram a ampliação e estão trabalhando no caos no Pronto Socorro e se conseguíssemos ampliar a carga horária dos trabalhadores, desafogaríamos o pronto socorro.”, disse Vianna ao se exemplificar o problema do Hospital Regional de Taguatinga (HRT), comum as demais unidades de saúde do DF.

Segundo Vianna, há reivindicações em tramitação na Subsecretaria de Gestão de Pessoas (Sugep) da SES-DF, que devem ter chegado na Secretaria de Economia do DF. O deputado fez um apelo ao governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB), que dê agilidade a ampliação da carga-horária para 40 horas, na SES-DF.

Publicidade

“Peço que o governador conceda as 40 horas principalmente a essas áreas críticas da saúde.  Não é justo o técnico em enfermagem ficar cuidando 15 a 20 pacientes no pronto socorro. Se a gente conseguir ampliar a carga horária, chamar mais concursados, a gente consegue desafogar as emergências.”, disse Vianna.

Fonte: Jorge Vianna