Valdemar Costa Neto aposta na deputada federal Brunny(PR) para disputa de vaga na CLDF

Print Friendly, PDF & Email

Por Millena Lopes

Há três anos, Bruniele Gomes, a Brunny (deputada federal e apresentadora de TV), deixou Minas Gerais para morar todos os dias da semana na capital federal. Para Brasília, ela transferiu o programa de TV que apresenta e o domicílio eleitoral, porque quer trocar a cadeira da Câmara dos Deputados por uma das 24 da Câmara Legislativa, pelo PR.

“Quando assumi o mandato, eu tinha que viajar muito para Minas Gerais, para gravar o programa. Lá, são 853 municípios e eu rodava o estado inteiro. Ficava aqui terça, quarta e quinta e, nos outros dias, ficava lá. Era uma loucura”, conta, ao lembrar da rotina dividida entre a agenda parlamentar e as gravações. Agora, que o programa é veiculado em Brasília, ela diz que foi convencida por Valdemar Costa Neto – quem, de fato, dá as cartas no PR – a se candidatar à Câmara Legislativa.

Publicidade

A tarefa de Brunny, mesmo com as bençãos de cima, não deve ser fácil, já que o partido tem atualmente três deputados com mandato que tentarão a reeleição – Sandra Faraj, Bispo Renato e Agaciel Maia. “É um grande desafio, eu sei que não será fácil. Brasilia tem uma política diferente de Minas. Mas eu gosto de tentar o caminho mais difícil para, lá na frente, pensar que consegui. Tem espaço para todos e eu vou tentar mostrar o meu melhor”, diz a deputada de 28 anos, ao declarar paixão por Brasília, a cidade onde o filho Heitor nasceu há dois meses.

Cuidar é o verbo que rege a trajetória de Brunny, como ela mesmo diz. “Quero fazer as pessoas felizes, de alguma forma, e eu vejo mais como uma missão divina que qualquer outra coisa”, explica ela, que, no programa de TV, que realiza sonhos, faz meninas de periferia se tornarem “princesas por um dia” e conta histórias de vida. “Eu amo fazer o programa, porque eu gosto de levar alegria para as pessoas. É muito diferente de emenda parlamentar”, emenda.

Agora, ela está de licença maternidade e é entre uma mamada e outra que ela conta como tem sido a rotina de “dar conta de tudo” na nova fase. “Ainda tenho ido ao gabinete, fazer alguns atendimentos”, diz.

Quem vota em Brunny, que tem todo o apoio da executiva nacional do partido, na opinião dela? “Eu vejo como perfil do meu eleitor aquela pessoa que quer atenção, que quer ser cuidada e ter uma vida melhor.”

Fonte: Poder no Quadrado

Artigo anteriorDecisão do TJDFT desmascara mentiras de Rollemberg à população, sobre reabertura de leitos de UTIs, no Hospital de Santa Maria
Próximo artigoEsqueçam Bolsonaro: Dólar se valoriza por influências externas e desequilíbrio fiscal