Rollemberg assina decreto de nomeação de 100 agentes e 20 escrivães para a Polícia Civil do DF

83
Print Friendly, PDF & Email

Governo define, nos próximos dias, cronograma de novas convocações

Por Kleber Karpov

O governador do DF, Rodrigo Rollemberg (PSB), assinou, na quinta-feira (25/Fev), decreto de nomeação de 100 agentes e 20 escrivães para compor os quadros da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF). O anúncio das 120 nomeações foi feito em janeiro, no Palácio do Buriti, durante cerimônia de assinatura do decreto que criou a Delegacia Especializada em Crimes de Intolerância.

Publicidade

De acordo com dados do Sindicado dos Policiais Civis do DF (Sinpol-DF) a PCDF conta com  déficit de aproximadamente 50% do efetivo. Entre os motivos está a falta de reposição do efetivo de agentes que se aposentaram.

Desde 2004, além de não fazer reposição dos quadros,  o GDF remanejou policiais para novas delegacias especializadas criadas desde então, a exemplo da Delegacia da Mulher. Esse cenário permaneceu até 2015, ocasião em que Rollemberg nomeou 48 agentes de polícia, número insuficiente para cobrir o déficit de profissionais.

Com as convocações de 120 dos 427 agentes de polícia e escrivães que aguardavam nomeações, outros 307 devem ficar na expectativa.  Isso porque, de acordo com informações do GDF, o governo deve definir cronograma de novas convocações, nos próximos dias.

Com informações de Agência Brasília

Artigo anteriorRollemberg se reúne com Mesa Diretora da Câmara Legislativa do DF para tratar de projetos do Executivo
Próximo artigoDF deve implantar unidades especializadas em atender pacientes hemofílicos