Pediatria do Hospital Regional do Gama é reaberta

87
Print Friendly, PDF & Email

Unidade possui 30 leitos para atender crianças e recebeu 24 profissionais

Por Ailane Silva

Com 30 leitos, a Pediatria do Hospital Regional do Gama foi reaberta nesta quinta-feira (2). Para retomar o atendimento, a unidade recebeu 22 pediatras, sendo dois médicos com carga de 40 horas e o restante com 20 horas semanais. A jornada de trabalho corresponde a 24 profissionais, quantidade suficiente para manter três médicos por plantão. Antes de abrir as portas, a unidade também recebeu o investimento de R$ 139 mil para pintura, revisão elétrica, hidráulica, entre outros reparos.

“Estamos reativando a Pediatria do Hospital do Gama em sua plenitude para garantir o atendimento a comunidade que procurar o hospital. Esse é mais um passo do projeto Criança Candanga do Governo de Brasília que visa a promover uma infância melhor no Distrito Federal”, anunciou o governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, antes de descerrar a placa de reinauguração com o secretário de Saúde, Humberto Fonseca, e outras autoridades.

A unidade – que teve de suspender o atendimento em setembro de 2016 por falta de pediatras – possui 12 leitos na enfermaria. No Pronto-Socorro, há mais 18 leitos, sendo seis na sala Verde, sete na Amarela, dois na Vermelha, e o restante nos boxes.

“Com essa reabertura, esperamos realizar 30 mil atendimentos ao longo do ano. Além de ser suficiente para população do Gama, vamos desafogar as outras unidades que estavam recebendo os pacientes dessa região. A partir de hoje, aqueles que são daqui e estão internados no Hospital Materno Infantil retornarão. Com isso, haverá uma melhora em toda a rede”, destacou o secretário de Saúde, Humberto Fonseca.

Publicidade

Gustavo Henrique Morais, de 2 anos, foi um dos primeiros pacientes atendidos na manhã de hoje. A mãe Priscila Morais, 23 anos, conta que a reabertura facilitará muito o acesso ao serviço. “Antes, eu tinha que migrar para outras cidades. Agora, posso vir aqui, que é mais perto de casa e o atendimento estará garantido”, disse.

No período em que o serviço foi suspenso, os pacientes foram direcionados para outras unidades, como nos hospitais Materno Infantil e de Taguatinga. Os de menor complexidade foram atendidos nos centros de saúde do Gama e Santa Maria.

A população também pode procurar atendimento pediátrico nos hospitais do Paranoá, Asa Norte, Sobradinho, Planaltina, Ceilândia e Brazlândia. A Unidade Básicas de Saúde, que eram chamados de centros e postos, também oferecem a especialidade.

Fonte: Agência Saúde DF

0

Comentário