Com primeiro registro de caso de raiva humana, Secretaria de Saúde antecipa vacinação antirrábica

Contaminação humana ocorre, 44 anos, após erradicação da doença no Brasil

Por Kleber Karpov

A Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) confirmou, nesta terça-feira (5/jul), o registro de um caso de raiva humana no Distrito Federal. Contaminação essa que resultou na decisão de antecipação da campanha de vacinação antirrábica na capital do país, com início a partir de quarta-feira (6/Jun).

Transmitida a humanos, por meio de contato com a saliva de animais infectados, em geral, proveniente de mordida, e, eventualmente, pela arranhadura e lambedura de mucosas ou pele lesionada, com período de incubação leva em média 45 dias.

Publicidade

Antecipação

Segundo a SES-DF, a antecipação da vacinação antirrábica é uma medida preventiva foi necessária em função da confirmação de um caso de raiva humana no Distrito Federal. A Subsecretaria de Vigilância à Saúde (SVS) da SES-DF deve realizar, às 16h desta terça-feira,  no auditório da SVS, na 912/712 Sul, Bloco D, prédio do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest), apresentação sobre a situação epidemiológica e ambiental da raiva no DF, assim como as ações preventivas e de reforço que estão sendo desenvolvidas neste momento.

 

 

Artigo anteriorMinistro da Saúde nega interferência do filho em liberação de recursos
Próximo artigoMPDFT requisita plano emergencial para crise no atendimento dos CRAS